Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

46 records were found.

Com base na aplicação do método de análise de tronco, pretendeu-se pesquisar as funções de crescimento que melhor se ajustavam às características do crescimento em altura dos povoamentos de pinheiro bravo na região de Castelo Branco. Constou esta análise do ajustamento de diversos modelos do crescimento (funções empíricas: Parábola, Potência, Hipérbole, Korsun, Freese e Hossfeld; funções de base biológica: Schumacher, Logística e Gompertz). A selecção do melhor modelo teve como critérios as propriedades estatísticas destes, através da análise de diversos parâmetros de qualidade e de predição assim como, da análise do comportamento biológico e facilidade de aplicação prática dos modelos em questão. Deste modo seleccionaram-se como melhores modelos as funções de Freese e Schumacher, a primeira de melhor capacidade preditiva embora com algumas limitações de aplicação e a segunda como melhor modelo conceptual na descrição do fenómeno biológico do crescimento em altura das árvores da zona em estudo.
Seven silvicultural scenarios for pure and even aged maritime pine stands were simulated using a diameter class growth and yield model, for three levels of site index (low, medium and high). Total and merchantable yield along rotation and mean annual increment at rotation age were simulated. Revenue obtained from sale of standing timber (three commercial thinning and final harvest) was estimated. Costs paid for stand establishment (site preparation and plantation) and treatments (release, pre-commercial thinning and pruning) were also estimated. For each scenario, a cash-flow was simulated and economic efficiency was assessed using the net present value of an infinitive series of rotations (NPVIS) and the internal rate of return (IRR). The economic analysis results proved the selection of an intensive management stand prescription that is used as a guide for reforestation projects, using artificial regeneration by plantation, when the main goal is round wood yield. For areas of natural regeneration, a fully stocked stand prescription, pulp wood yield oriented, was selected. This prescription enables saving in site preparation and plantation costs, being at the moment the most suitable for the existing naturally regenerated maritime pine stands of Portuguese private forest areas.
Documento apresentado na 3.ª Conferência Engenharia que decorreu na Universidade da Beira Interior - Covilhã, de 21 a 23 de Novembro de 2005.
Face à importância do conhecimento do volume das árvores e do volume dos povoamento florestais para a comercialização do lenho da árvore, este trabalho apresenta alguns modelos de predição do volume do pinheiro bravo na Região de Castelo Branco.
É apresentado o modelo PBIRROL - modelo de crescimento e produção para os povoamentos de pinheiro bravo de estrutura irregural do concelho de Oleiros.
Uneven aged maritime pine stands established by natural regeneration have a great expression in Portugal. These stands being overstocked, as opposed to those established from plantations, provide straight and cylindrical tree boles and logs with less knots that makes them very suitable for certain industrial purposes. Therefore, the aim of this study was to fit a set of equations to predict total volume and merchantable volumes to any merchantable limit for uneven aged maritime pine stands established by natural regeneration in the central inland region of Portugal. Data were collected in 30 circular sampling plots of 500 m2 of area, on 1426 trees and 314 sample trees for volume assessment, corresponding to 2353 diameter/height measurements. A total height equation, a total volume equation, a volume ratio equation to any top height limit and a taper equation, over bark, were fitted. To select among the best models, several statistics were computed during model fitting and the independent validation procedure to evaluate model fitting, collinearity and prediction performances. A ranking index was used to support the final decision. The models selected were then fitted again using robust regression and weighted regression techniques, because studentized residuals distribution normality and homogeneity assumptions were not observed. This research showed that the models selected for these stands were not the same as those selected in previous studies for the species in this region, suggesting that these results may be due to the influence of stand density conditions on diameter and total height growth, and consequently, on stem form and volume. This set of equations will also be included as components in a single tree growth and yield model developed for these stands.
Os modelos de crescimento e produção apresentam-se atualmente, como das principais ferramentas para o ordenamento e gestão da floresta. Alguns dos usos mais importantes dos modelos incluem a capacidade de predizer a produção futura e de explorar as opções de intervenção silvícola.
O volume da árvore e consequentemente o volume dos povoamentos são variáveis cujo conhecimento é vital para a comercialização do lenho da árvore. O preço da venda da madeira de pinheiro bravo varia consoante a sua utilização e o local da venda.
Lições de dendrometria e inventário florestal, programa e apontamentos.
Lições de dendrometria e inventário florestal: programa e apontamentos.
Comunicação oral apresentada no III Congresso Florestal Nacional que decorreu de 17 a 17 de Dezembro de 1994, na Figueira da Foz.
Poster apresentado no III Congresso Nacional Florestal que decorreu na Figueira da Foz de 15 a 17 de Dezembro de 1994.
Poster apresentado na IUFRO Conference - Mixed and Pure Forests in a Changing World, que decorreu de 6 a 8 de Outubro de 2010, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real.
Poster apresentado na IUFRO Conference - Mixed and Pure Forests in a Changing World, que decorreu de 6 a 8 deOutubro na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real.
Os espaços verdes urbanos (EVU) são componentes indispensáveis na qualidade ambiental urbana refletindo-se na qualidade de vida dos cidadãos. As árvores encontram-se integradas de diversas formas nos EVU. Foi objetivo deste estudo analisar os EVU da cidade de Castelo Branco e avaliar a diversidade e representatividade das espécies arbóreas da sua floresta urbana. Assim, realizou-se uma síntese do inventário de 2002 e do cadastro arbóreo urbano de 2007, 2011, 2012 e 2013. Em 2002 foram inventariados 1415 exemplares em que as três espécies mais representativas foram o lodão-bastardo (Celtis australis L.), a olaia (Cersis siliquastrum L.) e o bordo-negundo (Acer negundo L.). Da análise dos dados do cadastro arbóreo de 2007 observou-se nas zonas antigas da cidade que o arvoredo apresenta um estado fitossanitário preocupante. Tal pode ser imputado à prática continuada de podas camarárias que debilitaram as árvores e as tornaram vulneráveis ao ataque de agentes patogénicos.cidade, problemas com a tutoragem e uma percentagem significativa de árvores com feridas no tronco que carecem de tratamento fitossanitário. E ainda, a necessidade urgente de remoção/substituição das grelhas metálicas que estão a provocar feridas na base do tronco. Por fim, reforça-se a importância da criação e manutenção de uma base de dados geográfica em SIG e da elaboração de um manual de medição e procedimentos para o adequado planeamento das intervenções a realizar na floresta urbana da cidade. Palavras-chave: Base de dados geográfica, Cadastro arbóreo
Sistemas de Informação Geográfica (SIG/GIS) : planeamento do solo e gestão ambiental.
In this study an agro-forestry area of cork oak partial affected by fire was considered. Even though having a forest management plan, the existing management compartments didn’t allow for a sustainable cork annual harvest. To achieve sustainability the area control method for forest regulation was first applied, using a cycle of nine years through a 27 years planning horizon. Later, cork annual yield was also considered in the forest regulation analysis. Cork yield was simulated along the 27 years period using the individual tree growth and yield model Suber. Finally, the proposed management unit compartments were produced as vector layer a GIS and the attribute table organized with all the information available in order to support forest management.
Contém os resumos das comunicações e dos pósteres apresentados no II Encontro de Sistemas de Informação Geográfica.
Desenvolvimento de uma metodologia de análise espacial com recurso à análise espacial multicritério (Processo Analítico Hierárquico - AHP), tendo por base variáveis biofísicas e condicionantes legais que possibilitem definir a compartimentação e organização espacial da área a gerir, na perspetiva da multifuncionalidade dos espaços florestais, contemplando: a função de produção; a função de proteção; a função de conservação de habitats, fauna e da flora e de geomonumentos; a função de silvopastorícia, caça e pesca nas águas interiores; e a função de recreio, enquadramento e estética da paisagem.
Desenvolvimento de uma metodologia de análise espacial com recurso à análise espacial multicritério (Processo Analítico Hierárquico - AHP), tendo por base variáveis biofísicas e condicionantes legais que possibilitem definir a compartimentação e organização espacial da área a gerir, na perspetiva da multifuncionalidade dos espaços florestais, contemplando: a função de produção; a função de proteção; a função de conservação de habitats, fauna e da flora e de geomonumentos; a função de silvopastorícia, caça e pesca nas águas interiores; e a função de recreio, enquadramento e estética da paisagem.
A classificação é um processo através do qual se procede à transposição dos níveis radiométricos das imagens com o objectivo de identificar um tipo de fenómeno específico presente na imagem, e baseia-se na reflectividade das superfícies em função da sua composição, temperatura ou humidade, entre outros. Nos processos de classificação utilizam-se operações genéricas dos modelos matriciais, de forma a obter novas imagens mais adequadas à identificação desse fenómeno. Este estudo tem como objectivo elaborar uma avaliação comparativa do processo de classificação supervisionada em três softwares (Idrisi Andes, PCI – Geomatics v10.0 e ENVI 4.4) para a área de estudo correspondente à folha nº 331 da Carta Militar de Portugal Continental. As questões em análise foram as seguintes: qual o software mais adequado para desenvolver classificação supervisionada de imagens e qual o efeito da redução do número de classes e do aumento do número de bandas no resultado final.
Em Portugal Continental o uso dominante do solo é florestal (36% em 2010) no entanto, a área florestal durante o período entre 1995-2010 tem vindo a diminuir, sendo que os incêndios florestais têm tido um papel determinante. Os objetivos deste estudo foram analisar as mudanças na ocupação do solo ocorridas no período de 1990-2007 na freguesia de Sarnadas de S. Simão e calcular um conjunto de métricas da paisagem para a ocupação do solo em 1990 e em 2007 de forma a avaliar as consequências dos incêndios ao nível da paisagem. Para o efeito utilizaram-se as cartas de ocupação do solo COS’90 e COS’07 de nível 2. A legenda da COS’90 foi harmonizada com a da COS’07 e esta última foi atualizada e detalhada por fotointerpretação para o nível 5. Verificou-se que a classe “Florestas, meios naturais e seminaturais” foi onde ocorreram a maioria das mudanças, em especial com a redução da área de “Florestas de pinheiro bravo” e o aumento da área de “Florestas abertas de pinheiro bravo”. Das métricas calculadas verificou-se que o número de manchas aumentou mas o seu tamanho diminuiu, a densidade de fronteira das manchas também aumentou e o índice médio de forma diminuiu. O valor do índice de diversidade de Shannon aumentou. Por fim, confirmou-se que 81% das áreas onde se registaram alterações coincidiram com as áreas que foram ardidas. Dos resultados obtidos poder-se-á afirmar que o efeito dos incêndios pode ser encarado como uma oportunidade para promover mosaicos de espécies, como sugerido no Plano Diretor Municipal, promovendo o aumento da biodiversidade da paisagem e mitigando o perigo de incêndio.
Em Portugal Continental o uso dominante do solo é florestal (36% em 2010) no entanto, a área florestal durante o período entre 1995-2010 tem vindo a diminuir, sendo que os incêndios florestais têm tido um papel determinante. Os objetivos deste estudo foram analisar as mudanças na ocupação do solo ocorridas no período de 1990-2007 na freguesia de Sarnadas de S. Simão e calcular um conjunto de métricas da paisagem para a ocupação do solo em 1990 e em 2007 de forma a avaliar as consequências dos incêndios ao nível da paisagem. Para o efeito utilizaram-se as cartas de ocupação do solo COS’90 e COS’07 de nível 2. A legenda da COS’90 foi harmonizada com a da COS’07 e esta última foi atualizada e detalhada por fotointerpretação para o nível 5. Verificou-se que a classe “Florestas, meios naturais e seminaturais” foi onde ocorreram a maioria das mudanças,em especial com a redução da área de “Florestas de pinheiro bravo” e o aumento da área de “Florestas abertas de pinheiro bravo”. Das métricas calculadas verificou-se que o número de manchas aumentou mas o seu tamanho diminuiu, a densidade de fronteira das manchas também aumentou e o índice médio de forma diminuiu. O valor do índice de diversidade de Shannon aumentou. Por fim, confirmou-se que 81% das áreas onde se registaram alterações coincidiram com as áreas que foram ardidas. Dos resultados obtidos poder-se-á afirmar que o efeito dos incêndios pode ser encarado como uma oportunidade para promover mosaicos de espécies, como sugerido no Plano Diretor Municipal, promovendo o aumento da biodiversidade da paisagem e mitigando o perigo de incêndio.
Em Portugal a distribuição das instituições de ensino superior decalca grandemente a rede urbana nacional. Neste estudo é argumentado que a distribuição territorial das Instituições de Ensino Superior Público (IESP) em Portugal é determinante para melhorar a desigualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior público, principalmente das regiões rurais do interior do país. Para o efeito, realizou-se uma análise espacial através de metodologias de análise de redes num Sistema de Informação Geográfica onde se determinaram as áreas de abrangência de cada IESP com critérios de distância (15 e 30 km) e de tempo (15, 30 e 40 minutos). Encontrou-se pelo menos uma IESP em cada distrito de Portugal Continental embora em 75% do espaço territorial o acesso a uma IESP se encontre a distâncias de deslocação superiores a 30 km. Em 55% do espaço territorial o acesso encontra-se a tempos de deslocação superiores a 40 minutos. Confirmou-se a notória assimetria da rede entre litoral e interior do país. A maioria das IESP que se encontram distanciadas entre si a 30 ou menos km, estão situadas no litoral (98%), das quais 72% nos distritos de Lisboa e Setúbal. Defende-se a necessidade da definição de regras de acesso ao ensino superior que deem primazia por um lado, ao acesso às instituições de ensino superior público, e por outro, que estimulem o acesso ao ensino superior nas regiões do país mais desfavorecidas.
Development of a spatial analysis methodology using Spatial Multicriteria Analysis (Analytic Hierarchy Process - AHP), based in biophysical data and legal constraints that could be useful to land use planning, in a perspective of forest areas multifunctionality.
O trabalho consistiu na verificação da hipótese da existência de correlação entre a composição e estrutura da paisagem e a riqueza de espécies nidificantes, bem como a evolução desta correlação em resultado das alterações da ocupação do solo entre 1990 a 2006, nas regiões da Beira Interior Sul e Pinhal Interior Sul. Foi utilizada uma ferramenta SIG para avaliar e caracterizar a estrutura espacial e temporal das unidades da paisagem e da riqueza específica das aves, aliadas a métodos de análise estatística. Foi realizada uma análise de correlação dos dados para verificar a relação entre as variáveis referentes à paisagem e o índice de riqueza específica, seguida da Análise Canónica de Correspondências de modo a verificar a relação entre as espécies de aves nidificantes e a ocupação do solo. Através da Análise Discriminante classificou-se a diversidade das espécies em três níveis de riqueza específica. Procedeu-se, igualmente, à interpolação espacial de modo a analisar a distribuição geográfica da riqueza específica avifaunística na área de estudo. Os resultados revelaram que houve fragmentação da paisagem, evoluindo para uma maior heterogeneidade em 2006. Verificou-se existência de correlação entre a estrutura e composição da paisagem com a riqueza de espécies, registando-se o aumento do número de espécies. Foi demonstrado que através da utilização de um SIG, aliada à análise de dados é facilitada a percepção e compreensão espacial de fenómenos.
Forest fires and forest biodiversity are related issues of major concern in Mediterranean countries and require an integrated approach to landscape planning. The aim of this study was to develop a GIS approach for regulating forest production while promoting landscape diversity and mitigating fire hazard. A study area located in the centre of Portugal was chosen. The area was primarily occupied by maritime pine and had a high fire hazard, low tree species diversity and an extensive protection area. The classical area control method was used to assist in forest production regulation. Species suitability maps were produced for 21 recommended species for afforestation in the study area. Maritime pine management compartments were defined, and a 50-year harvesting plan was proposed. In each harvested compartment, protection areas were identified for species conversion (e.g., native oaks and/or broadleaves). Afforestation species were proposed according to the species suitability maps produced earlier. Low flammability species that produce high-quality wood, non-wood products and landscape enhancement were preferred. A comparison of the land cover in the study area in 2007 to that anticipated in 2064 via the proposed plan showed that a more fragmented landscape structure could be achieved by introducing 16 species of lower flammability than maritime pine into the study area. This study proved the usefulness of this methodological approach for guiding sustainable changes in homogeneous, unmanaged forest landscapes prone to fire. Further research is needed regarding integrated planning approaches that incorporate environmental, economic and social dimensions (e.g., human desertification of rural areas).
O trabalho consistiu na verificação da hipótese da existência de correlação entre a composição e estrutura da paisagem e a riqueza de espécies nidificantes, bem como a evolução desta correlação em resultado das alterações da ocupação do solo entre 1990 a 2006, nas regiões da Beira Interior Sul e Pinhal Interior Sul. Foi utilizada uma ferramenta SIG para avaliar e caracterizar a estrutura espacial e temporal das unidades da paisagem e da riqueza específica das aves, aliadas a métodos de análise estatística. Foi realizada uma análise de correlação dos dados para verificar a relação entre as variáveis referentes à paisagem e o índice de riqueza específica, seguida da Análise Canónica de Correspondências de modo a verificar a relação entre as espécies de aves nidificantes e a ocupação do solo. Através da Análise Discriminante classificou-se a diversidade das espécies em três níveis de riqueza específica. Procedeu-se, igualmente, à interpolação espacial de modo a analisar a distribuição geográfica da riqueza específica avifaunística na área de estudo. Os resultados revelaram que houve fragmentação da paisagem, evoluindo para uma maior heterogeneidade em 2006. Verificou-se existência de correlação entre a estrutura e composição da paisagem com a riqueza de espécies, registando-se o aumento do número de espécies. Foi demonstrado que através da utilização de um SIG, aliada à análise de dados é facilitada a percepção e compreensão espacial de fenómenos.
Forest fires and forest biodiversity are related issues of major concern in Mediterranean countries and require an integrated approach to landscape planning. The aim of this study was to develop a GIS approach for regulating forest production while promoting landscape diversity and mitigating fire hazard. A study area located in the centre of Portugal was chosen. The area was primarily occupied by maritime pine and had a high fire hazard, low tree species diversity and an extensive protection area. The classical area control method was used to assist in forest production regulation. Species suitability maps were produced for 21 recommended species for afforestation in the study area. Maritime pine management compartments were defined, and a 50-year harvesting plan was proposed. In each harvested compartment, protection areas were identified for species conversion (e.g., native oaks and/or broadleaves). Afforestation species were proposed according to the species suitability maps produced earlier. Low flammability species that produce high-quality wood, non-wood products and landscape enhancement were preferred. A comparison of the land cover in the study area in 2007 to that anticipated in 2064 via the proposed plan showed that a more fragmented landscape structure could be achieved by introducing 16 species of lower flammability than maritime pine into the study area. This study proved the usefulness of this methodological approach for guiding sustainable changes in homogeneous, unmanaged forest landscapes prone to fire. Further research is needed regarding integrated planning approaches that incorporate environmental, economic and social dimensions (e.g., human desertification of rural areas).
Poster apresentado no II Encontro de Sistemas de Informação Geográfica que decorreu, de 19 a 20 de Maio de 2011 na Escola Superior Agrária do Instituto Politéncio de Castelo Branco.
Debatendo-se a agricultura portuguesa com graves estrangulamentos sócio-estruturais e carecendo de urgente modernização, o ensino será um dos vectores fundamentais no desenvolvimento regional e nacional. A distribuição etária e a qualificação dos empresários agrícolas são factores que constituem a base da nossa afirmação; daí a necessidade de formar jovens com capacidade de resposta às exigências do sector. Nesse sentido, a presente comunicação tem o objectivo de relacionar o ensino agrícola com a agricultura, realçando a importância do seu papel no desenvolvimento. Dado que exercemos a nossa actividade profissional como docentes da Escola Superior Agrária de castelo Branco, será lógico que restrinjamos a nossa abordagem á realidade que melhor conhecemos: a ESA de Castelo Branco e a região da Beira Interior.
Este trabalho foi desenvolvido no âmbido do Projecto Final do Mestrado em SIG. Consistiu no estudo da evolução da paisagem a partir de cartas de coberto/uso do solo obtidas por detecção remota, num período de 17 anos (1990-2007), na região Interior Centro do país (Beira Interior Sul e Pinhal Interior Sul), bem como a influência da dinâmica das unidades de paisagem sobre as aves nidificantes dessa região, utilizando softwares específicos. Constituíu-se como objectivo deste trabalho, analisar a dinâmica temporal da paisagem na referida área e verificar a sua correlação com a dinâmica populacional da avifauna nidificante, pressupondo-se que tenha ocorrido alteração nessa mesma região. Propõe-se com este estudo verificar a hipótese de haver correlação entre a composição e estrutura da paisagem com a riqueza de espécies nidificantes. Na metodologia, foram usadas métricas de paisagem para quantificar a paisagem da área de estudo em duas datas distintas (1990 e 2006) a partir de informação do CORINE Land Cover 1990 e CORINE Land Cover 2006, bem como dos Atlas das Aves Nidificantes de 1989 e 2005, de modo a extrair a informação relativa à presença/ausência das espécies de avifauna nidificante. Paralelamente, foi feita uma harmonização das classes de ocupação de solo com os habitats caracterizantes dos grupos de espécies de aves. Finalmente, foi feita uma análise temporal da variação das unidades de paisagem e paralelamente a análise da variação do número de espécies para posterior verificação da correlação entre estas duas variáveis. Os resultados revelaram que houve fragmentação da paisagem, principalmente a nível dos sistemas florestais, ao longo dos 16 anos. Em termos de recolha de informação, a escala revelou ser um elemento fulcral na análise e comparação dos dados, visto a informação presente nos dois Atlas ter sido recolhida a diferentes escalas. Por fim, existe correlação entre a estrutura e composição que define a paisagem com a riqueza de espécies presentes, com excepção das classes relativas a florestas e tecido urbano. Em suma, os resultados demonstraram que os SIGs são muito úteis para estes processos de verificação e validação de fenómenos, como também para uma visão prospectiva dos mesmos.
Portuguese forest area has a great expression being around 39%. Since the last centuries the Quercus suber L.(cork oak) areas have increased, reaching to 715 922 ha (23%) according to the last National forest inventory. Afforestation programmes financed by the European Union and the existing protection laws for the species are one of the main reasons for this increase. These efforts are important to promote for these stands a distribution by age class that ensure cork oak forest sustainability (only 14% of the existing even-aged stands are young stands with less than 10 years). In this study, the programme – Afforestation of Agricultural Land – in the region of Beira Interior Sul was analysed, to assess afforestation success during the period of 2001 to 2011.
Esta publicação reúne os resumos das comunicações apresentadas no IV Encontro de Sistemas de Informação Geográfica, sob a forma de comunicações orais e pósteres e inclui, ainda, o programa científico do encontro.
Este estudo consistiu na verificação da hipótese da existência de correlação entre a composição e estrutura da paisagem e a riqueza de espécies nidificantes nas regiões da Beira Interior Sul e Pinhal Interior Sul a partir da cartografia CLC 2006 e da informação presente no Atlas das Aves Nidificantes em Portugal. Foi utilizada uma ferramenta SIG para avaliar e caracterizar a estrutura espacial das unidades de paisagem e da riqueza específica das aves, aliadas a métodos de análise estatística. Realizou-se uma análise de correlação dos dados para verificar a relação entre as variáveis referentes à paisagem e o índice de riqueza específica, seguida da análise canónica de correspondências de modo a verificar a relação entre as espécies de aves e a ocupação do solo. Através da análise discriminante classificou-se a diversidade das espécies em três níveis de riqueza específica. Recorreu-se, igualmente, à geoestatística de modo a analisar a distribuição geográfica da riqueza avifaunística na área de estudo. Verificou-se a existência de correlação entre a estrutura e composição da paisagem com a riqueza de espécies. Os resultados revelaram que a heterogeneidade da paisagem beneficia a riqueza de espécies de aves na área em estudo, estando as diversas comunidades de aves associadas a diferentes habitats.
A publicação contém os resumos das comunicações e dos pósteres apresentados no III Encontro de Sistemas de Informação Geográfica.
It is generally agreed that the choice of the most suitable uses based in soil and climatic factors, complemented with socio-economic criteria, promotes sustainable use of rural land. There are, however, different methodologies for defining soil suitability to agroforestal systems or natural and seminatural ecosystems, including agricultural uses, forest plantations, agroforestry areas and priority areas for conservation. Many of these methods rely on decision support systems based on multicriteria spatial analysis. In this study it was intended to determine the different levels of suitability for the most representative forest species in the central region of Portugal. For that purpose a set of climatic, soil and topographic variables based in a geographic information system, soil and biogeographic mapping were used. A stochastic approach was undertaken in order to estimate several bioclimatic indices and the associated spatial uncertainty. Results were duly discussed and addressed in this framework. In the end, forest species suitability evaluation was performed using the Analytic Hierarchy Process (AHP), methodology that allows the exploitation of natural fitness of the territory, contributing to a reflection on the adequacy of current and future occupations face the carrying capacity of the environment. The use of this methodology will be important as a supporting tool to public administration agents that work in forestry planning and management.
Poster apresentado no II Encontro de Sistemas de Informação Geográfica que decorreu de 19 a 20 de Maio de 2011 na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Segundo os dados do último Inventário Florestal Nacional (IFN6 – 2010), a floresta representa 35% da ocupação do solo de Portugal Continental. O eucalipto é a principal ocupação florestal do Continente seguindo-se o sobreiro e o pinheiro bravo. A área total de pinheiro bravo tem vindo a diminuir por contraste ao aumento da área de eucalipto, uma espécie exótica. A ocorrência dos incêndios florestais tem tido uma influência muito importante na dinâmica anterior. Daí a análise dos padrões da paisagem e dos vetores de mudança serem essenciais para efeitos da conservação/promoção da biodiversidade e da mitigação do perigo de incêndio os quais devem ser incorporados nos programas de gestão florestal. Os Sistemas de Informação Geográfica (SIG) têm vindo a ser extensivamente usados em Silvicultura para apoiar a gestão florestal, quer ao nível do inventário e monitorização de recursos mas também na análise, modelação e simulação para o apoio à tomada de decisão. Visto que os SIG têm a possibilidade de incorporar a componente espacial no planeamento do uso do solo e nos modelos de simulação, o desenvolvimento de ligações entre os modelos florestais e o SIG proporciona aos gestores florestais uma maior flexibilidade na determinação da produtividade das espécies e das suas exigências, e permite aos decisores políticos uma oportunidade acrescida para avaliar os efeitos de critérios de gestão alternativos da floresta. Pretende-se com este trabalho apresentar dois estudos de caso de aplicações SIG desenvolvidas respetivamente, no âmbito dos cursos de mestrado em SIG e em Tecnologias da Sustentabilidade dos Sistemas Florestais do IPCB, cujos resultados constituem elementos de suporte fundamentais para a gestão sustentável dos espaços florestais. Assim, apresentam-se as cartas de aptidão para quatro espécies e a carta de potencialidade produtiva para o pinheiro bravo desenvolvidas em ambiente SIG para uma área de estudo dominantemente ocupada por florestas e de elevado perigo de incêndio. A cartografia de aptidão das espécies recomendadas para a área de estudo em conjugação com a cartografia da potencialidade produtiva do pinheiro bravo permite suportar a planificação do uso do solo segundo as funções identificadas nos Planos Regionais de Ordenamento Florestal: produção; proteção; conservação dos habitats, de espécies de fauna e da flora e de geomonumentos; silvopastorícia, caça e pesca em águas interiores; e recreio, enquadramento e estética paisagem. Nas áreas com função produção permitirá implementar um plano de gestão florestal sustentável por forma a aumentar a produtividade da floresta de pinheiro bravo. Em projetos futuros pretende-se desenvolver aplicações SIG para a simulação ou o processamento de modelos, sabendo porém que esta é uma das áreas mais desafiadoras em SIG. Perspetiva-se porém, que se venham a observar futuros desenvolvimentos nesta área à medida que a investigação e as ferramentas para apoiar este tipo de aplicação se tornem mais frequentes.
É consensual que a escolha dos usos mais adequados às aptidões edafo-climáticas, complementada com critérios socioeconómicos, promove uma utilização sustentável dos espaços rurais. Existem, no entanto, diferentes metodologias utilizadas para a definição da capacidade e potencialidade do solo para a implementação de usos agroflorestais ou para a manutenção de ecossistemas naturais e seminaturais, nomeadamente culturas agrícolas, povoamentos florestais, territórios agro-silvo-pastoris e áreas prioritárias para a conservação da natureza. Muitas dessas metodologias recorrem a sistemas de apoio à decisão, baseados na análise espacial multicritério. Neste estudo pretendeu-se determinar os diferentes níveis de aptidão para as espécies florestais mais representativas da região centro de Portugal. Para o efeito recorreu-se a um conjunto de variáveis climáticas, edáficas e topográficas, tendo como base um modelo digital do terreno, cartografia de solos e cartografia fitossociológica e biogeográfica. Paralelamente, foram recolhidos dados das normais climatológicas de várias estações meteorológicas para o cálculo de índices bioclimáticos. Foi, ainda, utilizada uma abordagem estocástica, na estimativa dos valores dos índices bioclimáticos ensaiados, e discutidos os resultados no contexto da incerteza espacial associada. Por fim, a avaliação da aptidão das espécies florestais consideradas foi efetuada com recurso ao método de análise espacial multicritério Analytic Hierarchy Process (AHP) metodologia que permite a exploração da aptidão natural do território, contribuindo para uma reflexão sobre a adequação das ocupações atuais e futuras face à capacidade de carga do meio. Do ponto de vista instrumental, a exploração da metodologia pode assumir um interesse como auxiliar para os agentes da administração pública com funções na área do planeamento e gestão do território.
A obra é constituída pelos resumos das comunicações apresentadas pelos docentes da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco e são referentes aos projetos de investigação nos quais estão envolvidos.