Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

24 records were found.

O betão, por norma, tem um bom comportamento quando submetido a temperaturas elevadas como as decorrentes dum incêndio. Contudo as suas propriedades mecânicas a altas temperaturas e residuais após incêndio sofrem deterioração podendo, em situação extrema, levar ao colapso, parcial ou total do edifício. Tal redução verifica-se quer no betão normal quer no betão de alta resistência. Nesta comunicação são apresentadas as alterações provocadas pela temperatura nas propriedades mecânicas residuais após incêndio dos betões - resistência à compressão, resistência à tração, resistência à flexão e módulo de elasticidade - obtidas em ensaios experimentais com betão normal e comparadas com os resultados existentes na literatura da especialidade para betão normal e de betão de alta resistência.
The use of rubber aggregates, steel and textile fibres recycled from tires in concrete is a solution that it is being studied by several authors around the world. A few works have been carried out at room temperature but very scarce at high temperatures. This paper presents the results of a research with the aim to evaluate the behaviour at high temperatures of a concrete made with different amounts of recycled textile and steel fibres from tires. The study considered five concrete compositions, with the same water/cement ratio (W/C=0.43), differing only in the type and quantity of fibers incorporated in the mixture. Thus, a reference composition (0% fiber), two compositions with 30 and 70kg/m3 of steel fibers and a composition with 2 and 4kg/m3 of textile fibers from tires were tested. The concrete was tested for a load level of 0.5fcd and different maximum temperature levels (20, 300, 500 and 700ºC).
This paper summarizes the results of an experimental research to assess the residual mechanical properties of an ordinary concrete after fire. It was studied the influence of the cooling process, the maximum temperature that the concrete was subjected to and the loading level on the residual mechanical properties of calcareous and granite aggregate concretes. The properties studied were the residual compressive, tensile, splitting and flexural strengths and modulus of elasticity. Four levels of temperature; 20, 300, 500 and 700ºC; two loading levels (0.3f and 0.7fcd) and two cooling processes (cooling in the air and by water jet) were tested. The high temperatures attained and the sudden cooling down process on the concrete showed a negative effect on its residual mechanical properties. This effect was more notorious on the residual compression strength than in the other mechanical properties
As construções de betão quando sujeitas a um incêndio podem sofrer degradações leves, cuja intervenção é simples e superficial, ou profundas podendo exigir a demolição total ou parcial da estrutura. Após um incêndio, torna-se necessário avaliar o tipo e o nível de deterioração dos elementos construtivos, de modo a proceder a uma avaliação e classificação das anomalias seguida duma seleção dos métodos e materiais de reparação mais apropriados. Nesta comunicação, apresenta-se uma visão geral dos diferentes aspetos da avaliação e classificação de anomalias das estruturas após incêndio e propõe-se um conjunto de procedimentos e técnicas de reparação.
O concreto, de um modo geral, apresenta um bom comportamento em situação de incêndio quando comparado com o aço, todavia em função da temperatura ocorrem algumas transformações químicas e físicas que podem comprometer esse desempenho. Apesar das alterações das propriedades mecânicas e térmicas do concreto quando sujeito a temperaturas elevadas e após situação de incêndio já terem sido avaliadas em vários estudos, ainda é um campo aberto onde é necessário muita investigação. O presente artigo apresenta os resultados de um estudo experimental sobre a avaliação das propriedades mecânicas residuais de concretos normais após incêndio. Para o efeito foram selecionados agregados graníticos e agregados calcários, dado serem os agregados mais utilizados na construção civil em Portugal e em muitos outros países. Os parâmetros testados foram: o nível de carregamento (0,3fcd e 0,7fcd); o processo de arrefecimento (arrefecimento ao ar e arrefecimento por jato de água) e o nível máximo de temperatura atingida (20, 300, 500 e 700ºC). As propriedades mecânicas estudadas foram a resistência à compressão residual, resistência à tração direta e resistência à tração por compressão diametral, resistência à flexão, módulo de elasticidade e coeficiente de Poisson. As temperaturas atingidas e o arrefecimento rápido do concreto apresentaram um efeito negativo sobre as propriedades mecânicas residuais. Este efeito foi mais notório na resistência à compressão residual do que nas restantes propriedades mecânicas estudadas.
A sustentabilidade é uma preocupação para a indústria da construção civil, uma vez que é responsável pelo consumo de uma grande quantidade de recursos naturais e por impactos ambientais. Assim, a utilização de agregados reciclados em substituição dos agregados naturais mostra-se benéfica ao minimizar os impactos ambientais, o consumo de recursos naturais e na redução de alguns problemas urbanos associados à acumulação de lixo. Neste contexto, o trabalho de investigação desenvolvido teve como objetivo o estudo da utilização de agregados reciclados de borracha de pneu na composição do concreto, contribuindo com uma alternativa sustentável para o problema do depósito de pneus após a sua vida útil. O trabalho laboratorial realizado compreendeu ensaios de resistência à compressão do concreto. Estudaram-se três composições de concreto, uma composição de referência, uma composição com uma taxa de substituição de 15% e outra com taxa de substituição de 30% de agregados naturais por agregados reciclados de borracha de pneu usados. Os diferentes provetes de concreto foram submetidos a vários níveis de carregamento (0,15fcd; 0,3fcd e 0,7fcd) e a diferentes níveis de temperatura (20, 300, 500 e 700ºC). Os resultados obtidos permitiram verificar que o aumento da percentagem de agregados de borracha reciclados de pneu inserido no concreto conduz a um aumento do controlo de fendilhação e minimiza o surgimento de fissuração de origem térmica.
O efeito das altas temperaturas no betão traduz-se numa diminuição das suas propriedades mecânicas residuais. Tal redução verifica-se quer no betão normal quer no betão de alta resistência. Neste estudo são apresentadas as alterações provocadas pela temperatura nas propriedades residuais - resistência à compressão, resistência à tracção, resistência à flexão e módulo de elasticidade - obtidas em ensaios experimentais com betão normal e confrontadas com os resultados existentes em bibliografia técnica de betão de alta resistência.
Concrete is known to have an enhanced behaviour in fire when comparing with bare steel, however there are some chemical and physical transformations in function of temperature that may compromise this performance. The mechanical and thermal properties of concrete at high temperatures and after fire have changes that have been evaluated in a lot of works around the World, however this is still an open field where a lot of research is needed. This paper summarizes the results of an experimental research to assess the residual mechanical properties of ordinary concretes after fire. It was studied the influence of the fire extinguishing methods, the maximum temperature that the concrete was subjected to and the loading level on the residual mechanical properties of calcareous and granite aggregate concretes. The properties studied were the residual compressive, tensile, splitting and flexural strengths and modulus of elasticity. Four levels of temperature; 20ºC, 300ºC, 500ºC and 700ºC; two loading levels (0.3fcd and 0.7fcd) and two cooling processes (cooling in the air and by water jet) were tested. The results showed that the mechanical properties of concretes are affected by the cooling process (fire extinguishing methods) used beyond the high temperatures and loading levels that were subjected to.
Este artigo apresenta os resultados dum estudo experimental para determinação das propriedades mecânicas residuais após incêndio de betões de agregados calcários e graníticos. Para cada composição de betão foram testados dois níveis de carregamento (0,3fcd e 0,7fcd), dois tipos de arrefecimento (arrefecimento ao ar e arrefecimento por jacto de água) e vários níveis de temperatura (20ºC, 300ºC, 500ºC e 700ºC). Os provetes foram submetidos a ciclos de aquecimento/arrefecimento para analisar as alterações das propriedades mecânicas residuais do betão.
Com o objetivo de contribuir para uma melhor compreensão do comportamento do betão corrente submetido a elevadas temperaturas, desenvolveu-se um estudo experimental para avaliação das propriedades mecânicas residuais após ciclos de aquecimento/arrefecimento. Neste sentido, o trabalho laboratorial realizado compreendeu ensaios de resistência à compressão, resistência à tração direta, resistência à tração por compressão diametral, resistência à flexão e módulo de elasticidade. Estudaram-se duas composições de betão usadas na construção civil, uma constituída por agregados calcários (BC) e outra por agregados graníticos (BG). Os diferentes provetes de betão foram submetidos a dois tipos de arrefecimento (lento ao ar e brusco por jato água), dois níveis de carregamento (0,3fcd e 0,7fcd) e diferentes níveis de temperatura (20, 300, 500 e 700ºC). Os resultados deste programa experimental mostram que a temperatura interfere negativamente no comportamento residual do betão, assim como o processo de arrefecimento aplicado, dado que quanto mais brusco este for maiores são os danos causados.
Na construção civil o aproveitamento de materiais reciclados, nomeadamente na fabricação do betão, é cada vez mais uma realidade viável. Neste sentido, temos vindo a assistir ao estudo de betão com a introdução de resíduos de pneu juntamente com os constituintes comuns – agregados, cimento e água. Com esta investigação pretende-se avaliar experimentalmente a resistência à compressão do betão com fibras de aço e fibras têxteis provenientes da reciclagem de pneus, à temperatura ambiente e a altas temperaturas. Neste trabalho foram estudadas cinco composições de betão, com a mesma relação água/cimento (W/C=0,43), diferindo apenas no tipo e quantidade de fibras incorporadas nas misturas em substituição da brita. Assim, estudou-se uma composição de referência (0% de fibras), uma composição com 30 e outra com 70 kg/m3 de fibras de aço recicladas de pneu e uma composição com 2 e outra com 4 kg/m3 de fibras têxteis recicladas de pneu. Os provetes de betão foram submetidos a um nível de carregamento de 0,5fcd e a diferentes níveis de temperatura máxima (20, 300, 500 e 700ºC).
A sustentabilidade é uma preocupação para a indústria da construção civil, uma vez que esta indústria é responsável pelo consumo de uma grande quantidade de recursos naturais e por impactos ambientais. Assim, a utilização de agregados reciclados em substituição dos agregados naturais mostra-se benéfica ao minimizar os impactos ambientais, o consumo de recursos naturais e alguns problemas urbanos associados à acumulação de lixo. Neste contexto, o trabalho de investigação desenvolvido teve como objetivo o estudo da utilização de agregados reciclados de borracha de pneu na composição do betão, e neste sentido contribuir com uma alternativa sustentável para o problema do depósito de pneus após a sua vida útil. O trabalho laboratorial realizado compreendeu ensaios de resistência à compressão do betão. Estudaram-se três composições de betão, uma composição de referência, uma composição com taxa de substituição de 15% e outra com taxa de substituição de 30% de agregados naturais por agregados reciclados de borracha de pneu usados. Os diferentes provetes de betão foram submetidos a vários níveis de carregamento (0,15; 0,3 e 0,5fcd) e a diferentes níveis de temperatura (20, 300, 500 e 700ºC).
This paper presents the results of a research work on the evaluation of the compressive strength at high temperatures of a concrete made with recycled tire steel and textile fibers. It was considered five different concrete compositions, with a water/cement ratio (W/C = 0.43), differ only in the type and amount of fibers. The compositions with smaller amounts of textile fibers were those that gave better results. The compositions with steel fibers showed a less explosive rupture showing the effectiveness of this type of fibers in the spalling and cracking control.
Até ao momento não existem ainda procedimentos padrão para ensaios a altas temperaturas no betão, pelo que têm sido realizados ensaios a temperaturas elevadas adaptados de ensaios à temperatura ambiente. Os ensaios têm-se dividido entre ensaios a altas temperaturas e residuais após aquecimento e arrefecimento. O primeiro procedimento é mais adequado para a determinação das propriedades mecânicas do betão durante um incêndio enquanto o segundo procedimento é usado para determinar a resistência residual do betão após incêndio. Nesta comunicação apresentam-se os resultados de ensaios realizados por diferentes autores para a determinação das propriedades mecânicas residuais do betão após aquecimento e arrefecimento. Os resultados apresentados dizem respeito a resistências residuais à compressão, tração e flexão e módulo de elasticidade. Os métodos de ensaio aplicados são devidamente descritos e os resultados obtidos são objeto de análises comparativas.
O processo de reciclagem tem sido estudado como uma alternativa viável à eliminação dos pneus usados. O sector da construção civil é uma das alternativas com maior potencial de aplicabilidade dos resíduos de pneus, fomentando a sua incorporação no betão. É neste contexto que surge a presente investigação, com a qual se pretende avaliar experimentalmente a resistência à compressão do betão com fibras de aço e fibras têxteis provenientes da reciclagem de pneus à temperatura ambiente e a altas temperaturas. Os resultados obtidos evidenciam que as composições com menores quantidades de fibras têxteis foram aquelas que apresentaram melhores resultados. As composições com fibras de aço apresentaram uma rotura menos explosiva, atestando a eficácia deste tipo de fibras na obtenção de um betão mais dúctil e no controlo da fendilhação.
Nesta comunicação faz-se uma análise da Regulamentação Portuguesa de Segurança Contra Incêndio e Proposta da sua Aplicação em Moçambique. Pretende-se compor um conjunto de propostas para um regulamento de Segurança Contra Incêndio em Edifícios para Moçambique baseado na transposição do Regulamento Técnico de Segurança Contra incêndio em Edifícios (RT-SCIE) de Portugal, nomeadamente dos artigos que se adequam ao atual desenvolvimento da construção de edifícios em Moçambique. No entanto, pretende-se criar uma regulamentação capaz de reduzir a probabilidade de ocorrência de incêndios, circunscrevendo e minimizando os seus efeitos, nomeadamente a propagação do fumo e gases de combustão, facilitar a evacuação e o salvamento dos ocupantes em risco e permitir a intervenção eficaz e segura dos meios de socorro. Por outro lado, aglutinar num único documento e duma maneira concisa e objetiva, todo o instrumento regulador de segurança contra incêndio em edifícios, para Moçambique.
Na área da engenharia civil, o comportamento ao fogo de estruturas de betão armado é de primordial importância no contexto da segurança estrutural, dada a probabilidade elevada de ocorrerem colapsos locais ou globais, com impactos consideráveis ao nível de perdas humanas e de prejuízos económicos. Esta temática é de tal forma importante, que desde os anos 40 que se tem vindo a estudar a influência das altas temperaturas no desempenho mecânico e térmico do betão Neste artigo é feita uma recensão sobre as diferentes propriedades mecânicas, nomeadamente, resistência à compressão, à tração, à flexão e módulo de elasticidade, os parâmetros de que dependem e a relação entre os mesmos.
This article first explains why it is currently not feasible to use robots on construction sites. The authors argue that robotics will be utilized in the upstream industries, either in component manufacture or in constructive processes capable of being undertaken in a traditional factory setting. Although the former would be a simple way of incorporating robotics into the construction industry, the second would have major implications for the constructive process that extends from the project design phase to the technologies employed on the building site.
The reinforced concrete elements are known to have enhanced fire behaviour however there are many things that can affect that performance. In the last years there have been carried out, in the University of Coimbra, Portugal, dozens of fire resistance tests on concrete columns where it was tested the influence of various parameters on the behaviour of these columns. Several parameters that might have influence on the behaviour of concrete columns in fire, were tested: cross section shape (round and square), longitudinal reinforcement ratio, slenderness of the column, stiffness of the surrounding structure (restraint level), load level and the load eccentricity. The restraining level to the thermal elongation of the columns showed not being a relevant parameter in their fire resistance probably due the increase in rotational restrain associated with the increase in the axial restraint. The first increases the fire resistance while the second reduces. The increasing of the load level lead to a reduction, while the increasing of the longitudinal reinforcement ratio or the decreasing of the slenderness of the columns lead to an increasing of the fire resistance. The spalling was also an aspect analysed in these tests. The higher load levels, the shape of the cross-section, the type of concrete with or without steel and / or polypropylene fibres, and the steel reinforcement ration was parameters that showed to have influence on concrete cracking and spalling.
Com o objectivo de conhecer a resistência residual à compressão dos betões calcários após incêndio, desenvolveu-se um programa experimental no qual se consideraram como variáveis de estudo: o processo de arrefecimento (arrefecimento ao ar e arrefecimento por jacto de água); a temperatura máxima a que o betão esteve sujeito (20ºC, 300ºC, 500ºC e 700ºC) e o nível de carregamento (0.3fcd e 0.7fcd).
Um incêndio numa estrutura de betão pode provocar danos muito leves, cuja intervenção é simples e superficial, ou muito graves podendo exigir a demolição total ou parcial da estrutura. A seguir ao incêndio será necessário fazer uma avaliação e classificação dos danos seguida duma selecção dos métodos e materiais de reparação mais apropriados. Nesta comunicação apresenta-se uma visão geral dos diferentes aspectos da avaliação e classificação dos danos das estruturas após incêndio e suas técnicas de reparação.
O betão apresenta em geral um bom comportamento ao fogo, no entanto em incêndios de grande severidade e longa duração, os elementos de betão podem perder parcial ou totalmente a sua capacidade de carga. Por outro lado, as condições de extinção do incêndio têm uma influência significativa nas propriedades mecânicas do betão sendo a sua degradação tanto maior quanto mais brusco for o processo de arrefecimento. Com o objectivo de conhecer a resistência residual à compressão dos betões normais após incêndio realizaram-se um conjunto de ensaios em que se testou a influência do nível de carregamento e do processo de arrefecimento nesta propriedade.
The concrete structures have usually good behavior in fire. However, when the fire is severe and of long duration the concrete elements may lose partial or totally their load bearing capacity. This phenomenon can be aggravated by the extinction process of the fire used that causes quite always high thermal stresses and cracking in concrete. With the aim to clarify the effect of the cooling process on the mechanical properties of the concrete a research program was carried out in the University of Coimbra. The concrete specimens were heated up to different temperature levels (300, 500 and 700ºC) and after a period of stabilization they were cooled down. Two processes of cooling were tested, cooling on the air (intending to simulate the natural extinction of the fire) and cooling by water jet (intending to simulate the action of the firemen in fire combat). During the heating / cooling process the specimens were subjected to a constant compressive load (0.3fcd and 0.7fcd) in way to simulate the real situation of the concrete when in a structural member. The specimens after the heating / cooling process and at room temperature were then tested in compression, allowing determining the residual compression strength of the concrete.
Este artigo resume trabalhos de investigação sobre à resistência mecânica à compressão e o módulo de elasticidade residuais dos concretos normais usados na construção civil com e sem carregamento durante o processo de aquecimento e arrefecimento. De acordo com os resultados, observa-se que a resistência à compressão e o módulo de elasticidade do concreto diminuem com o incremento da temperatura a que estiveram sujeitos e que o carregamento desde que não excessivo limita essa diminuição.