Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

17 records were found.

The paper reports on the results of the modal identification of several small to medium span railway viaducts. The identification was based mainly on the free vibration of each structure immediately after the train passages. The non-linear behavior of some components, namely the ballast and the aged bearing supports, conditioned the evolution of the free vibration signals, which showed increasing values for the eigenfrequencies and lower values for the damping as far as the vibration amplitude decreased. An estimate for the ballast shear stiffness and for the influence of the superstructure (track plus ballast) in the overall dynamic behaviour could also be obtained from the measurements evaluation.
The main purpose of this paper is to present some results concerning the investigation of the effects of the vehicle-bridge interaction in simply supported medium span viaducts, including the modelling of the ballast-rail track system. This system is modelled using the rail stiffness in vertical and longitudinal directions, including the rail pad and the sleepers, and the ballast as a system of vertical springs, dampers and masses. A simplified vehicle model proposed by the European Railway Research Institute (ERRI D214, 1999), taking into account the vehicle primary suspension characteristics and the mass of the bogie is used with the contact algorithm implemented in the software ADINA to evaluate the response acceleration of a simply supported medium span concrete viaduct. The results are compared with those from the moving loads model for a wide range of train speeds
This paper deals with the methodologies used for footbridges design and their application to a steel footbridge built over a road junction in Guarda, Portugal. The complexity of the bridge behavior and the high uncertainty connected with the damping and natural frequencies estimation supported the decision to carry out vibration measurements included in the commissioning tests. A modal identification was performed and a FE model of the bridge was updated accordingly. Tests with pedestrians were also performed in order to gain as much information as possible towards the final decision to be made concerning the installation or not of the foreseen tuned mass dampers. Tests included continuous streaming of pedestrian groups with increasing size crossing the bridge in synchronized walking at various pace rates.
O comportamento dinâmico de pontes ferroviárias de alta velocidade é um dos principais aspectos a ter em conta no dimensionamento deste tipo de estruturas. Um dos parâmetros que é mais crítico em pontes de um único vão é o relativo às acelerações máximas verticais. Valores excessivos de acelerações podem por em causa a segurança da circulação na via, nomeadamente a instabilidade do balastro e o conforto dos passageiros. Este artigo tem como objectivo apresentar o trabalho de investigação desenvolvido em pontes ferroviárias de médio vão. O recurso à identificação modal de casos de estudo permitiu desenvolver modelos de elementos finitos capazes de simular o comportamento dinâmico em situação de serviço. Por outro lado tendo como base o modelo de elementos finitos desenvolvido veículo/via-férrea ponte foi analisado a influência das irregularidades verticais da via no comportamento das pontes.
The main purpose of this work is to evaluate and compare the dynamic response of a ballasted single-span simply supported viaduct using available models for the track system composed by the rails, the sleepers and the ballast. The dynamic response obtained from field measurements is used to establish the dynamic characteristics of the structure and the real traffic response acceleration to be used as reference for the comparisons. For the numeric calculations two types of loading model are considered, namely the moving forces model and the interaction bridge/track/vehicle model.
Neste estudo procede-se à caracterização de dois modelos dinâmicos de plataformas ferroviárias balastradas e faz-se a sua implementação num modelo de elementos finitos de uma ponte. Efectua-se a análise dinâmica da referida ponte, com e sem plataforma balastrada, quando sujeita a um comboio ICE. Medições efectuadas a várias pontes com plataforma balastrada, permitiu fazer a aplicação dos modelos a uma situação real de uma ponte ferroviária e comparar os resultados com os valores medidos. Por último aplicaram-se os métodos simplificados DER e LIV, que estimam o valor máximo dos deslocamentos e das acelerações nas velocidades próximas da ressonância.
O objectivo deste artigo é efectuar uma análise comparativa de normas no dimensionamento de estruturas offshore com foco em elementos circulares tubulares em aço. Pretende concluir-se acerca do conservadorismo associado a dois grupos de normas: offshore vs. construção. Para tal, a capacidade resistente obtida pela ISO 19902 será confrontada com a obtida pelo Eurocódigo 3 (que não contém indicações específicas para estas estruturas) através da parte 1-1 e 1-6. Por fim, estas resistências serão comparadas com uma análise numérica para esforços de compressão e pressão hidrostática, concluindo-se que ambas as partes do EC3 podem, de uma forma geral, ser aplicadas a estruturas offshore.
O desenvolvimento sustentável na atualidade, está intrinsecamente associado ao crescimento populacional e á relação de habitabilidade – espaço urbano; tendo como objectivo a preservação do meio ambiente e a correta gestão de recursos naturais. Por tal motivo a América Latina é uma região com grandes desafios e capacidades no âmbito do desenvolvimento sustentável, isto deve-se á presença de uma das maiores taxas de urbanização do mundo. Nas últimas décadas, as comunidades Latino americanas incorporaram ideias e programas cuja finalidade foi impulsionar o desenvolvimento urbano sustentável e salvaguardar o património. Sem embargo ainda se apresentam problemas sem solução, como a contaminação, a deterioração ambiental, o detrimento dos factores sociais, a pobreza extrema, entre outros. Grande parte desta situação, deve-se á maioria das propostas impulsadas, não promovem soluções que alcancem abordagens viáveis que logram perceber as necessidades reais de estas comunidades; portanto, esses programas não conseguem atender ou resolver todas as exigências da sociedade. Para contribuir na busca de soluções e projetos que detonem o desenvolvimento sustentável na América Latina, este artigo foi criado, que funciona como um guia para suscitar a reflexão sobre a forma de vida destas comunidades e promove uma visão pragmática através de um conhecimento mais profundo das necessidades, carências e problemáticas que atualmente se criam nestas sociedades. Apresentando como caso de estudo a cidade de Santiago de Querétaro, México para mostrar e exemplificar as problemáticas expostas.
No presente artigo apresenta-se o comportamento mecânico de ligações de perfis tubulares comumente utilizados em estruturas offshore. As normas Norsok N-004, ISO 19902 e Eurocódigo 3 (EC3) Parte 1-8 são utilizadas para a determinação da resistência das ligações. Diferentes configurações de ligações planares são utilizadas, nomeadamente X, Y e K. Uma análise elásto-plástica das ligações é efectuada recorrendo a um software comercial de elementos finitos, determinando-se curvas força/deslocamento e momento/rotação. Este estudo permite concluir que as normas determinam valores conservadores para reduzidos valores de esbelteza dos tubos e que a utilização do EC3 está condicionada aos limites indicados na norma.