Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for atividade and 716 records were found.

Objetivos: Pretende-se desenvolver uma aplicação de internet e mobile do teste funcional Heel-rise Test, já existente na literatura, mas cuja realização é manual. Materiais e métodos: O acelerómetro, instrumento capaz de capturar dados de aceleração instantânea de um sujeito ou objeto, permite obter dados que, depois de processados, identificam atividades da vida diária utilizando por exemplo, o reconhecimento de padrões. Os dados capturados precisam ser pré – processados (por exemplo: exclusão de ruídos), analisados e classificados. Análise Estatística: Através de um algoritmo implementado numa aplicação móvel, os dados recolhidos, após processados, permitem verificar a validade do exercício executado recorrendo à identificação de padrões de acelerometria para a validação dos exercícios realizados no decorrer de testes funcionais. Resultados: Foi desenvolvido um protótipo de uma aplicação móvel para o teste funcional Heel-rise Test em que, está implementado o algoritmo, baseado na literatura e atividades experimentais prévias que, ainda assim, necessita de uma exaustiva validação com diferentes populações (idades, estilo de vida, condições específicas) para ser válida. Conclusões: O protótipo de aplicação do Heel-rise Test mostrou estabilidade e o algoritmo resultou. No futuro, esta aplicação requer avaliação da validade e fiabilidade de forma a poder ser usadas por fisioterapeutas, outros profissionais e público em geral de forma a avaliar a funcionalidade dos indivíduos associada à componente física de força muscular do músculo tricípite sural.
Objetivos: Pretende-se desenvolver uma aplicação de internet e mobile do teste funcional Heel-rise Test, já existente na literatura, mas cuja realização é manual. Materiais e métodos: O acelerómetro, instrumento capaz de capturar dados de aceleração instantânea de um sujeito ou objeto, permite obter dados que, depois de processados, identificam atividades da vida diária utilizando por exemplo, o reconhecimento de padrões. Os dados capturados precisam ser pré – processados (por exemplo: exclusão de ruídos), analisados e classificados. Análise Estatística: Através de um algoritmo implementado numa aplicação móvel, os dados recolhidos, após processados, permitem verificar a validade do exercício executado recorrendo à identificação de padrões de acelerometria para a validação dos exercícios realizados no decorrer de testes funcionais. Resultados: Foi desenvolvido um protótipo de uma aplicação móvel para o teste funcional Heel-rise Test em que, está implementado o algoritmo, baseado na literatura e atividades experimentais prévias que, ainda assim, necessita de uma exaustiva validação com diferentes populações (idades, estilo de vida, condições específicas) para ser válida. Conclusões: O protótipo de aplicação do Heel-rise Test mostrou estabilidade e o algoritmo resultou. No futuro, esta aplicação requer avaliação da validade e fiabilidade de forma a poder ser usadas por fisioterapeutas, outros profissionais e público em geral de forma a avaliar a funcionalidade dos indivíduos associada à componente física de força muscular do músculo tricípite sural.
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do Grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica em Recursos Agro-Florestais e Ambientais
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
Foi desenvolvido um estudo que teve por objetivos principais a determinação da percentagem de ovelhas que reiniciaram atividade ovárica bem como o intervalo de tempo que decorre entre o parto e o reinício da atividade ovárica (IP-RAO).
Dissertação de Mestrado Atividade Física, especialização em Motricidade Infantil 2018 Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco
Introdução: O envelhecimento da população, a alteração da configuração da clássica pirâmide demográfica e as alterações das estruturas familiares colocam novos problemas às sociedades contemporâneas e à solidariedade intergeracional. Monitorizar a evolução da capacidade de realização de AVD’S após a institucionalização é uma necessidade para a reflexão sobre o papel das organizações de apoio à pessoa idosa (Millán-Calenti, 2010; Formiga, 2010). Objetivo O objetivo do estudo é avaliar as perdas na capacidade de realização de Atividades básicas da Vida Diária (AbVD’s) numa população idosa, ao longo de um período de um ano. Metodologia Estudo longitudinal com 57 indivíduos com 80,2 ± 7,9 anos, residente em instituições habitacionais para a 3ª Idade (n=27; 47,4%) e na própria comunidade (n=30; 52,6%), nas regiões de Castelo Branco e Viseu. Resultados de uma fase de avaliação preliminar de 6 meses. Amostra de conveniência avaliada pelo Índice de Katz aplicado em 3 momentos diferentes (1º, 4º e 7º mês do estudo). Análise estatística com testes de Wilcoxon e Mann-Whitney, e ainda com o teste t de Student, para comparação de médias. Resultados A amostra apresenta uma média cerca de 7 pontos (7,1 ± 1,4) no Índice de Katz, em t0; 7,4 ± 1,9 em t1 e 8,2 ± 2,3 em t2. No Grupo 1 (indivíduos institucionalizados), as pontuações são mais elevadas, com 7,4 ± 1,6 em t0; 8,5 ± 2,1 no segundo momento de avaliação e 9,3 ± 2,6 no último. O Grupo 2 apresenta uma pontuação média de cerca de 7 pontos nos 3 momentos de avaliação. Na comparação das médias destas pontuações, o Grupo 1, apresenta uma diferença total de -1,8 ± 1,9 ao longo do estudo, enquanto o Grupo 2, sofreu uma progressão total de meio ponto (-0,5 ± 0,9). Conclusão Ambos os Grupos revelaram perdas na capacidade de realização de AbVD’s, com significado estatístico, ao longo do tempo. Estas perdas, com significado estatístico, são mais acentuadas no Grupo dos indivíduos institucionalizados.
Pretendíamos saber quais foram as modalidades desportivas escolhidas para a realização das atividades de formação em ensino, se os professores escolhiam para leccionar matérias diferentes das professoras e se as escolhas efectuadas para as aulas de interior eram diferentes das aulas de exterior. Para tal foram observadas sessenta lições de microensino leccionadas por estudantes de Educação Física, sobre um tema em que se sentissem mais à vontade e no local por que optassem. Verificámos que, na sua maioria, escolhem a ginástica como matéria, conteúdo, ou tema da lição e, por isso, preferem leccionar as suas aulas no interior, isto é, numa instalação desportiva coberta, e os restantes optam pelos desportos colectivos, sensivelmente na mesma proporção para cada uma das modalidades andebol, basquetebol, futebol ou voleibol, e são muito poucos os que escolhem o atletismo para praticarem as suas habilidades, competências ou destrezas de ensino.
No âmbito dos 25 anos de atividade da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco (ESACB), foi realizado um levantamento das atividades desenvolvidas nos Laboratórios das ESACB durante o período de 2006 a 2008, com o objetivo de se divulgar e dar a conhecer a atividade dos mesmos à comunidade académica e comunidade em geral.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Biologia Aplicada do qual só está disponível o resumo.
A educação em ciências com orientação Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) centra-se no reconhecimento da capacidade da ciência para o desenvolvimento de uma sociedade assente nos valores da democracia. Esta orientação implica mais do que ensino de conteúdos estritamente disciplinares. O património artístico construído pode ser fonte inspiradora para o enriquecimento curricular proporcionando aprendizagens ativas e integradas. Foi nesta linha que definimos como objetivo desenvolver, implementar e validar atividades e recursos que articulam as aprendizagens na escola e no Museu Cargaleiro (Castelo Branco), na educação em ciências no 1º Ciclo do Ensino Básico (1º CEB). A investigação, com uma metodologia qualitativa, desenvolveu-se no âmbito do Estágio, numa turma de 4.ºano, inserindo-se na problemática da interação entre contextos de educação formal e não formal para a promoção da aprendizagem através da exploração de conexões das ciências com a arte. Para tal, planificámos uma visita de estudo ao Museu que contemplou a construção de recursos mediante o planeamento das três fases articuladas – antes, durante e após a visita. Da sequência didática, evidenciamos uma atividade de trabalho experimental que decorreu na fase após a visita, a fim de articular os conhecimentos adquiridos nas duas fases anteriores reforçando a compreensão dos fenómenos da luz e da cor, através da arte, envolvendo conhecimento da realidade próxima. Os resultados evidenciam que a aprendizagem dos alunos a nível de atitudes e capacidades e a nível cognitivo, avaliadas através de múltiplos registos, foi muito positiva.
Um aspeto essencial da educação no 1.º Ciclo do Ensino Básico (1.º CEB) prende-se com a implementação de práticas de ensino direcionadas para o desenvolvimento integrado de atividades e áreas do saber, promotoras do desenvolvimento cognitivo dos alunos, do crescimento das capacidades relacionais e da aquisição de cultura científica. Nesse âmbito, cada vez mais se requerem oportunidades de aprendizagem diversificadas, estabelecendo a complementaridade entre os espaços formais, associados à escola, e os espaços não formais, pelo seu potencial de interdisciplinaridade, criatividade e motivação. Tomando como referência dois estudos desenvolvidos com uma turma de 4.º ano do 1.º CEB, apresentamos alguns dos recursos didáticos desenvolvidos para apoiar a exploração didática de um espaço de educação não formal – o Jardim do Paço de Castelo Branco – e implementar práticas de ensino integrando as áreas de estudo do meio e matemática. Apresentam-se evidências das atividades desenvolvidas pelos alunos, analisam-se os resultados obtidos e sustenta-se a pertinência da utilização dos espaços não formais para a promoção de aprendizagens de índole curricular.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré- Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar.
O papel da música na aprendizagem tem sido um dos principais interesses em recentes investigações e existe um elevado grau de vantagens, por estas enunciadas, no que refere ao desenvolvimento das crianças, tanto a nível cognitivo como a nível do desenvolvimento pessoal, social e académico. Estudos neurológicos direcionam os efeitos da música para a sua dimensão espacial. A importância da agilidade que a música proporciona, ao nosso cérebro e ao nosso corpo, guia-nos para o seu sentido abstrato, pondo em perspetiva diferentes orientações: visual, auditiva e sinestésica. Sobre o estudo da música a pessoas Deficientes Auditivas, e dada a escassez de estudos sobre a relação da música e a Deficiência Auditiva em Portugal, propusemos então um estudo em que se relacione o papel da orientação que o professor de música tem de ter, e que permita uma perspetiva de sucesso e de autoestima no aluno Deficiente Auditivo, aferindo o papel do Envolvimento entre A (o Aluno Deficiente Auditivo) com B (o Professor) através de C (a Viola Dedilhada). Constatámos através da adaptação da Escala de Envolvimento da Criança (Laevers, 1994), que existiu envolvimento por parte do aluno Deficiente Auditivo, e que esse envolvimento, de acordo com a escala, se traduziu, maioritariamente aos momentos de observação, em nível 4 - “Atividade contínua com momentos intensos”; ocorrendo, só em dois momentos, se traduzir: um, em nível 5 – “Atividade intensa mantida”; e outro, em nível 3 – “Atividade mais ou menos contínua”. Verificámos também que, em vista da melhoria das metodologias de atuação docente, a inovação, em contraposição à maneira tradicional como se ensina música, se tornou numa ferramenta eficaz na gerência e no aperfeiçoamento do processo de aprendizagem do aluno Deficiente Auditivo.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo Básico.
Dissertação compreendida nas provas do concurso de provas públicas para professor coordenador na área científica de ensino da sociologia da educação
Provas Públicas apresentadas à Escola Superior de Educação para concurso de acesso à categoria de Professor Coordenador na área científica de Ensino da Sociologia da Educação
Vol. 2: Função neuromuscular e adaptações à atividade física/ ed. lit Pedro Pezarat Correia. - 271 p.
Vol. 1: Anatomofisiologia dos sistemas nervoso, osteoarticular e muscular/ Pedro Pezarat Correia, Margarida Espanha. - 335 p.
As crianças com Perturbação do Espetro do Autismo (PEA) podem aprender a utilizar o seu corpo do mesmo modo que uma criança sem qualquer problema, apenas têm mais dificuldades em processar a informação e necessitam que os professores repitam comportamentos e estruturas. A dificuldade de socialização pode provocar um atraso no desenvolvimento psicomotor. Por sua vez, as atividades físicas são promotoras de uma boa saúde e bem-estar da criança com PEA e a sua motricidade pode vir a desenvolver-se de modo a conseguir uma envolvência com o corpo (consigo próprio) e com o espaço (meio envolvente). Objetivo: o presente trabalho centra-se na observação dos efeitos da atividade física adaptada nos fatores psicomotores Práxia Global e Práxia Fina de uma criança com espectro do autismo, a frequentar o jardim de Infância. Métodos: aplicou-se a bateria psicomotora (BPM) de Vítor da Fonseca, traçou-se o perfil psicomotor da criança e seguidamente extraíram-se os resultados relativos a estes dois fatores, por serem os mais fracos, e, concebeu-se e aplicou-se um plano de atividades físicas adaptadas. No final do programa voltou-se a aplicar a bateria psicomotora. Resultados: da análise á primeira aplicação da BPM os fatores com pior perfil foram os das Práxias, tanto Global (1,3 - Fraco) como Fina (1 - Fraco), em que os resultados revelam uma realização imperfeita, incompleta e descoordenada em quase todos os subfactores. O plano de atividades físicas adaptadas foi elaborado tendo em vista sobretudo estes fatores (não descurando os outros) com vista a melhorar o desempenho da criança fazendo-a evoluir nas suas competências psicomotoras ao nível das Práxias. O plano foi aplicado durante 7 meses, com 3 sessões por semana de 40 minutos. Por fim, voltou-se a aplicar a BPM, cujos resultados apresentam melhorias evidentes nos diferentes subfactores da Práxia Global obtendo assim um valor considerado bom, com realização controlada e adequada (3,2 - bom). Apesar da Práxia Fina continuar a apresentar melhorias pouco evidentes (1,4 - Fraco), um dos subfactores –Tamborilar – evoluiu bastante, mas mesmo assim é o fator psicomotor com mais dificuldades de realização para a criança. Conclusão: constatamos que o plano de atividades físicas adaptadas produziu efeito positivo no perfil das Práxias desta criança, uma vez que o seu perfil evoluiu mostrando em alguns subfactores um excelente índice de disponibilidade motora.
Introdução e Objetivos: Este estudo avaliou a adesão dos idosos a um programa de exercícios e sua efetividade nos ganhos de mobilidade, estado geral de saúde, função cognitiva, equilíbrio e níveis de atividade física. Metodologia: Um programa de 8 semanas foi aplicado em 30 indivíduos de 3 localidades, sendo avaliados em t0 pelo TUG (mobilidade), SF-12 (estado geral de saúde), MMSE (cognição), Escala de Berg (equilíbrio) e IPAQ (níveis de atividade física) e em t1 (avaliação final). Duas das localidades foram avaliadas em t2 e t3, correspondendo aos follow-up de 3 e 6 meses. A adesão foi medida pela percentagem de faltas ao programa. Resultados: A Escala de Berg apresenta ganhos significativos entre t0-t1 (p=0,008) e t0-t2 (p=0,026). O SF-12 (domínio mental) revela ganhos entre t0-t3 (p=0,043). O IPAQ revela significância nas atividades vigorosas e sedentárias (p=0,009; p=0,001). A participação das sessões foi de 82,08%. Discussão: Em duas das localidades os indivíduos realizaram os exercícios em grupo, revelando ganhos no estado de saúde (domínio mental), equilíbrio e tempo em atividade vigorosa, com diminuição do tempo sedentário. Não houve ganhos na mobilidade, estado de saúde (domínio físico), função cognitiva e níveis de atividade física. A adesão ao programa foi elevada.
Introdução e Objetivos: Este estudo avaliou a adesão dos idosos a um programa de exercícios e sua efetividade nos ganhos de mobilidade, estado geral de saúde, função cognitiva, equilíbrio e níveis de atividade física. Metodologia: Um programa de 8 semanas foi aplicado em 30 indivíduos de 3 localidades, sendo avaliados em t0 pelo TUG (mobilidade), SF-12 (estado geral de saúde), MMSE (cognição), Escala de Berg (equilíbrio) e IPAQ (níveis de atividade física) e em t1 (avaliação final). Duas das localidades foram avaliadas em t2 e t3, correspondendo aos follow-up de 3 e 6 meses. A adesão foi medida pela percentagem de faltas ao programa. Resultados: A Escala de Berg apresenta ganhos significativos entre t0-t1 (p=0,008) e t0-t2 (p=0,026). O SF-12 (domínio mental) revela ganhos entre t0-t3 (p=0,043). O IPAQ revela significância nas atividades vigorosas e sedentárias (p=0,009; p=0,001). A participação das sessões foi de 82,08%. Discussão: Em duas das localidades os indivíduos realizaram os exercícios em grupo, revelando ganhos no estado de saúde (domínio mental), equilíbrio e tempo em atividade vigorosa, com diminuição do tempo sedentário. Não houve ganhos na mobilidade, estado de saúde (domínio físico), função cognitiva e níveis de atividade física. A adesão ao programa foi elevada.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Condicionalismos da utilização agrícola de resíduos orgânicos. Emissões nacionais de gases com efeito de estufa e importância da atividade agrícola para as mesmas. Apresentação de resultados obtidos num ensaio de campo efetuado com o objetivo de quantificar as emissões de N2O, CH4 e CO2, quando da utilização de subprodutos orgânicos na fertilização de culturas.
Em 2007 criou ‑se a primeira Infraestrutura de Dados Espaciais transfronteiriça entre Portugal e Espanha (IDE ‑OTALEX – www.ideotalex.eu), que constituiu o Observatório Territorial e Ambiental Alentejo e Extremadura, ao qual se incorporou, em 2011, a região Centro de Portugal, que no total abrange uma superfície de 92.500 km2. Assim, surgiu o Observatório Territorial Alentejo ‑Extremadura ‑Centro (OTALEX C), possibilitando a integração da informação produzida pelas diversas instituições que desenvolvem as suas competências de planeamento e gestão territorial, nestas três regiões. Tendo como objetivo a monitorização e análise de alterações decorrentes de fenómenos naturais e da atividade humana sobre o território, bem como a disponibilização de dados e indicadores aos agentes que atuam neste território, foi desenvolvido um sistema de indicadores comuns, distribuídos por cinco vetores (territorial, ambiental, social, económico e de sustentabilidade). Os dados sofreram trabalhos de homogeneização e estandardização antes de serem integrados tendo em vista facilitar a visualização de mapas, consulta de topónimos e de catálogo, no âmbito da Diretiva INSPIRE. A IDE ‑OTALEX C é o resultado do esforço, do compromisso e da colaboração entre instituições da fronteira, com implicação aos três níveis administrativos: Nacional, Regional e Local. Concede uma visão sobre a situação real do território, ao mesmo tempo que faculta instrumentos adequados para as políticas de ação, que contribuem para apoiar o planeamento e ordenamento do território, a fim de alcançar um desenvolvimento sustentável.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do Primeiro Ciclo do Ensino Básico.
O texto apresenta alguns elementos sobre a música e os músicos portugueses (ibéricos) dos séculos XVI e XVII. O conhecimento da música e dos músicos portugueses no contexto europeu não alcançou, genericamente, mais do que Espanha e uma pequena parte da Itália. É no âmbito dos descobrimentos, dos novos territórios, que a disseminação das obras e dos autores portugueses se vem a fazer. As obras e os documentos existentes nos arquivos destes territórios revelam uma atividade musical regular (polifonia). Identificam-se alguns músicos que desenvolveram atividade em Espanha e nos territórios descobertos, bem como obras que terão sido levadas. O trânsito de influência e aculturação marcou uma primeira fase. Mas numa segunda fase passou a fazer-se nos dois sentidos, como podemos ver pelos Vilancicos Negros do séc. XVII.
O presente artigo expõe o trabalho de investigação em desenvolvimento e pretende demonstrar que o vestuário profissional em âmbito hospitalar pode ser promotor da identidade corporativa de uma instituição. A imagem de uma instituição nasce da perceção, por parte do público, de uma quantidade de elementos, refletindo os seus valores, a sua atividade e o seu profissionalismo. Essa identidade não aparece só nos cartazes, nos veículos, nos envelopes ou nos cartões-de-visita mas também, e cada vez mais frequente, no vestuário e acessórios que as pessoas vestem e exibem. Desta forma, o vestuário profissional (ou fardamento) representa um canal de difusão direto da imagem de uma instituição e pode desempenhar diversas funções ao serviço de uma estratégia. É importante que o vestuário profissional assuma igualmente características de conforto e estética ou ainda, qualquer outra necessidade que tenha como objetivo o vestuário comum para determinadas pessoas ou grupo de pessoas.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem Veterinária.
Dissertação de Mestrado apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Biológica e Alimentar, do qual só está disponível o resumo.
Relatório de Estágio apresentado ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
A consideração da história da ciência/matemática contribui para evidenciar dificuldades de compreensão de conceitos e evidencia a natureza da ciência/matemática e do conhecimento científico bem como das comunidades que, em diferentes épocas ou contextos, deram passos para o avanço da ciência. É na intersecção de todos estes aspectos, tomados como valiosos do ponto de vista educativo, que se concebeu o Projecto "Problemas com Conta, Peso e Medida" que se apresenta no Poster e do qual já se obteve uma avaliação prévia por parte de professores do 1º e 2º ciclos que tomaram contacto com os módulos dos problemas históricos propostos.
Apresentaram-se as principais características que devem orientar a atividade de pesquisa bibliográfica do estudante do ensino superior, tendo em conta a elaboração do trabalho final de curso. A reflexão foi orientada a partir da matriz de competências em Literacia da Informação proposta pela ALA e pretende potenciar o recurso à Biblioteca como fonte principal de pesquisa. A abordagem reflete também a fiabilidade e o utilitarismo presente nos conteúdos e na organização da biblioteca. A questão da utilização ética da informação é também apresentada e desenvolvida a par com a estratégia e os recursos.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física, especialização em Desporto Adaptado.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Agronómica – ramo Agronomia, do qual só está disponível o resumo.
Introdução: Segundo dados recentes da literatura, o exercício físico é das intervenções mais eficazes para diminuir e atrasar os efeitos da incapacidade associados ao envelhecimento (1). Diversos estudos apontam que o treino de exercício multidimensional quando realizado em espaços verdes, traduz-se em maiores ganhos em termos físicos e mentais para as populações envolvidas (2-5). Objectivos: Promover a saúde das pessoas com idade ≥ 65 anos; Instituir o hábito da atividade física regular em grupo e em espaços verdes, alertando para a importância da realização regular de atividades aeróbias, com exercícios posturais, de equilíbrio, treino propriocetivo e relaxamento; Aumentar a dinâmica do projeto da ESALD “Prestação de Serviços à Comunidade”. Metodologia: O “FisioWalking”(FW) é uma intervenção centrada numa atividade aeróbia, a marcha, sendo esta realizada ao ar livre e intercalada por exercícios posturais, de coordenação, equilíbrio, flexibilidade e de propriocepção e finalizada por uma sessão de relaxamento. O FW foi efetuado 2 vezes por semana, com a duração de 1 hora por sessão, ao longo de 7 semanas. Com o intuito de avaliar a sensibilidade da população à mudança e, consequentemente, a eficácia do projeto, este teve dois momentos de avaliação, T0 e T1. Todos os participantes foram submetidos a um exame subjetivo e à realização de três medidas de avaliação. O exame subjetivo foi realizado através de um questionário e as três medidas de avaliação utilizadas foram: SF-12; Timed Up and Go Test; e Escala de Borg. Conclusão: Foram obtidas diferenças significativas (p<0,05), ao nível da saúde física, do equilíbrio e risco de queda e da resistência ao esforço. Só ao nível da saúde mental não foram obtidas diferenças significativas, pois apresenta um p=0,878. O FW demostra ser efetivo e eficaz para os objetivos a que se propõe. Esta intervenção foi aplicada a pessoas com idade ≥ 65 anos, mas a promoção da saúde e prevenção da doença poderão ser efetuadas mais cedo, sendo que o FW poderá ser aplicado a qualquer grupo etário que reúna as condições pretendidas.
A leitura é uma atividade de elevada importância para o nosso dia-a-dia. Todos os dias e, em todas as áreas do saber, necessitamos da leitura. Cada vez mais tem vindo a apostar-se na formação de leitores competentes e na implementação de novas formas de leitura. Ao mesmo tempo, tem vindo a assistir-se a uma grande expansão da Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nas escolas Portuguesas, dada a importância que têm para a vida em sociedade. Neste sentido, a presente investigação pretende compreender em que medida a realização de tarefas de leitura, com recurso a livros em suporte informático, contribuem para uma maior motivação dos alunos para a leitura. Para sustentar a investigação utilizou-se uma metodologia de natureza qualitativa (investigação-ação), baseada na implementação de tarefas de aprendizagem. Como principais fontes de recolha de dados desta investigação optou-se pelo inquérito por questionário, pela observação/avaliação da leitura e pelas notas de campo. A presente investigação foi desenvolvida no âmbito do estágio de Prática Supervisionada realizado numa escola do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho de Castelo Branco com um grupo de vinte e cinco alunos que frequentavam o segundo ano de escolaridade, no ano lectivo de 2011/2012. A análise dos dados permitiu verificar que os alunos possuem competências digitais no uso do computador e que o utilizam muitas vezes sozinhos em atividade de complemento das suas aprendizagens e atividades lúdicas. A comparação entre a avaliação inicial da leitura e a avaliação que foi realizada após a implementação das tarefas com a utilização de recursos digitais (livros digitais com utilização de software de apresentação eletrónica) permitiram concluir que houve uma evolução significativa do desempenho dos alunos ao nível da leitura, nomeadamente, em alguns alunos cuja avaliação da leitura inicialmente era negativa.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino do Inglês e Francês no Ensino Básico.
This work was prepared as part of pedagogical practice developed in the 1st Cycle of Basic Education, in Agrupamento Vertical de Gavião. Students involved were in the 2nd, 3rd and 4th year, on the construction of a vocal and instrumental repertoire that was presented publicly at Cine Teatro Francisco Ventura, in Gavião. The apprenticeships were started within the classroom, being developed subsequently through trials and concert, with the Banda Juvenil do Município de Gavião in Cine Theater where the concert took place. The data obtained showed the students' motivation, the importance attached by them to the learning acquired, and the involvement of parents and guardians.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física – Desporto Adaptado.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico.
O presente trabalho académico divide-se em duas partes. A primeira encontra-se o relatório de estágio supervisionado e a segunda parte constitui-se na investigação do trabalho. O relatório realizado no âmbito do Mestrado de Ensino de Música da Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco apresenta o relatório de estágio supervisionado realizado no Centro Artístico da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais. Na primeira parte do trabalho apresenta-se uma descrição crítica da prática pedagógica do docente com foco no trabalho desenvolvido com um aluno de violino (4º grau do Ensino Básico) e uma classe de conjunto de cordas com cinco alunos (2º e 4º grau do Ensino Básico). A segunda parte destina-se a um estudo de caso sobre motivação para o ensino prático do violino. Aprender a tocar um instrumento musical é por natureza um ato que pensamos estar relacionado com o princípio fundamental “se o aluno toca, é porque gosta de estar com o instrumento”. Quando o aluno não tem vontade de realizar alguma tarefa proposta, pertence ao senso comum relacionarmos esta falta de vontade com algum défice de motivação e consequentemente, pode relacionar-se com fatores particulares, estes pertencentes a cada um dos alunos, sejam estes fatores físicos, psicológicos ou sociológicos. Este estudo é, portanto, um estudo de caso, no qual se pretende verificar quais fatores promovem a motivação dos alunos para a prática instrumental. O objetivo principal deste trabalho está em procurar compreender o nível de motivação destes alunos, para futuramente buscarmos melhorar as condições de ensino/aprendizagem instrumental na atividade docente diária.
Depois de compreendido um fenómeno químico observável (nível macroscópico) e sua representação (nível simbólico) torna-se necessário que os alunos façam esquemas que ilustrem de modo explicativo o fenómeno ao nível sub-microscópico para a compreensão deste nível não-observável. A exploração articulada dos três níveis de análise deve ser incentivada por forma a ajudar os alunos na apropriação sucessiva mas integrada da linguagem específica da química como sistema interpretativo. [1] O conjunto de atividades laboratoriais apresentadas integra-se no estudo da unidade didática “Reações Químicas” do currículo de química do 8.º ano de escolaridade e foi desenvolvido de modo a orientar os alunos para proporem e desenvolverem um procedimento experimental que lhes permita testar as suas previsões e dar resposta às questões-problema manipulando com rigor e segurança o material de laboratório na obtenção do iodeto de chumbo, por dois processos diferentes. O primeiro processo consiste na obtenção do produto em resultado da reação de precipitação entre as soluções de nitrato de chumbo e de iodeto de potássio. Os alunos realizam a reação e são questionados acerca da possibilidade de solubilizar o precipitado amarelo formado; sugerem e executam procedimentos na consecução da atividade, registam observações e tiram conclusões. O segundo processo visa a previsão e realização de uma atividade que permita a obtenção do iodeto de chumbo a partir dos mesmos reagentes, mas em estado sólido, com recurso à fricção num almofariz, podendo, depois, juntar-lhe água para se obter um resultado semelhante. Partindo de duas diferentes formas de usar os dois reagentes para obter a mesma situação final, a escrita da equação química torna-se mais intuitiva e racional pois evidencia a formação, que, mesmo não sendo visível, era previsível. Assim sendo, fica facilitada a passagem à representação do nível sub-microscópico através de esquemas ilustrativos. O objetivo das atividades apresentadas é, portanto, a compreensão articulada dos três níveis de análise de uma reação química através de uma estratégia didática centrada numa abordagem diferente da tradicional reação de precipitação do iodeto de chumbo sem outra interpretação associada. Os resultados evidenciam que os alunos: identificaram a ocorrência de uma reação química através de evidências (nível macroscópico), sugeririam procedimentos experimentais para dar resposta às questões problema, escreveram corretamente a equação química relativa à reação em causa (nível simbólico) e, embora alguns alunos tenham evidenciado dificuldades, melhorou a compreensão da reação química também ao nível sub-microscópico. [1] Pedrosa. M.A.; ”Ensino das Ciências e Trabalhos Práticos – (Re)Conceptualizar…”. In A. Veríssimo (Coord); A. Pedrosa; R. Ribeiro; Ensino Experimental das Ciências, (Re)pensar o Ensino das Ciências (2001), 19-34, Departamento do Ensino Secundário, Ministério da Educação.
O estudo insere-se na linha da interação entre contexto formal e não formal através da exploração de conexões da exploração de conexões entre ciência e arte proporcionadas pelo património local. Tendo como finalidade contribuir para a abertura curricular da escola através da formação inicial de professores, definimos como objetivos planificar e implementar uma atividade experimental no Ensino Básico integrando aprendizagens na escola e num Museu e analisar o desenvolvimento profissional de uma futura professora. A metodologia assenta numa perspetiva qualitativa, num quadro de investigação-ação. Os resultados evidenciam que a aprendizagem dos alunos, a nível cognitivo, de capacidades e de atitudes, avaliadas por múltiplos registos, foi muito positiva. De igual modo, o contributo para o desenvolvimento profissional da futura professora revelou-se consistente.
O IFCN (International Farm Comparison Network) é um consórcio internacional criado em 1997, coordenado pelo IFCN Dairy Research Center, centro de investigação ligado à Universidade de Kiel, Alemanha. Inclui investigadores e consultores que desenvolvem a sua atividade na área da produção e transformação de leite. Desde 2000 que publica um relatório anual que caracteriza o setor leiteiro a nível mundial. O IFCN Dairy Report publicado em outubro de 2012 caracteriza a fileira do leite em 91 países representando 97,5% da produção mundial de leite de vaca e de búfala. Portugal faz parte deste consórcio internacional desde 2007 por intermédio do intercâmbio técnico e científico com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
A intervenção no campo cultural a nível municipal em Portugal é, ainda, uma atividade em estruturação, com uma significativa dimensão experimentalista, a que, não raras vezes, está associado um défice de reflexão teórica e analítica. Neste artigo, sustenta-se que as políticas culturais autárquicas devem revestir um claro figurino territorialista, ou endógeno, porque só assim poderão constituir-se como verdadeiros instrumentos de valorização dos ativos locais e de qualificação das comunidades. Face a alguns dos mais pertinentes desafios existentes no contexto português de desenvolvimento local, serão enunciados dez princípios orientadores básicos a que uma política cultural municipal, de matriz endógena, precisa de responder eficazmente, bem como as principais características que lhe devem transmitir forma e conteúdo.
O fluxo é um estado de profunda concentração e desfrute com a tarefa que se está a realizar, que influi no rendimento académico e no compromisso com a atividade que o produz. Este facto, conjugado com a relação existente entre as experiências de fluxo de estudantes e professores conduziu à decisão de estudar o fluxo em estudantes futuros professores de educação básica (6 – 12 anos). Os objetivos do estudo foram criar um modelo que sintetizasse os principais facilitadores e componentes das experiências de fluxo, testar a influência das variáveis descritas no modelo no que respeita ao aparecimento de fluxo em futuros professores de educação básica e explorar como contribuem outros aspetos como o nível de autoconfiança, o rendimento e as interações com o grupo. O modelo mostrou-se útil na formação de professores de 1º ciclo do ensino básico, em educação matemática.
O objetivo deste artigo é apresentar uma reflexão sobre a importância do design enquanto transmissor da identidade cultural na criação de uma identidade local. Discutir a importância da cultura material e imaterial como um fator diferencial na construção de uma identidade visual associada a um sítio, uma vez que a diversidade cultural assume muitas formas através do tempo e do espaço, A cultura enquanto transmissor de mensagens devem ser tomada e entendida como um elemento essencial na representação do sítio. Qualquer cidade ou freguesia necessita de uma imagem que lhe proporcione visibilidade, não só a nível nacional como também internacional, já que muitas das nossas cidades vivem das capacidades produtivas relacionadas com o turismo, atividade económica que é necessário incrementar com factores de qualidade. Para construir uma identidade local é necessário um levantamento do património existente, das referências do pré-existente, a sua relação com o tecido sócio-urbano, de forma a consubstanciar uma identidade gráfica representativa da localidade. PALAVRAS
Relatório de Projeto Final de Curso de Licenciatura em Design Comunicação e Produção Audiovisual apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Agronomia.
OBJECTIVOS: Verificar a eficácia de um protocolo de exercícios de alongamento na redução da dor e desconforto em estudantes do ensino superior com queixas ao nível do pescoço e ombro, pela utilização do computador. RELEVÂNCIA: O trabalho no computador tem sido associado à ocorrência de lesões ou sintomatologia músculo-esquelética, sendo que os estudantes universitários um grupo vulnerável. AMOSTRA: 52 estudantes do Instituto Politécnico de Castelo Branco, 26 no grupo de controlo não realizaram nenhum protocolo e 26 no grupo experimental submetidos a um protocolo de alongamento durante 4 semanas. MATERIAL E MÉTODOS: Os dois grupos foram sujeitos a uma avaliação inicial (t0) e final (t1) após aplicação do protocolo. A dor e desconforto avaliada pelas Escalas Visuais Analógicas (EVA) de dor e desconforto, o estado de saúde através do questionário Índice Pescoço e Membro Superior (NULI-20) e a atividade muscular, através da electromiografia de superfície, durante a execução de duas tarefas, digitação de texto e utilização do rato e analisado o Root Mean Square (RMS) dos músculos trapézio superior e deltoide anterior. ANÁLISE ESTATÍSTICA: As diferenças intra-grupos foram testadas através dos testes Paired-Sample T Test e de Wilcoxon (nível de significância p≤0,05). RESULTADOS: Verificaram-se resultados com significado, na EVA de dor p=0,001 e desconforto p=0,04, no NULI-20 na dimensão de impacto psicossocial p= 0,020 e dimensão sono p=0,01 no grupo experimental em t1. Em relação ao RMS, obtiveram-se resultados com significado nos músculos trapézio superior p=0,00 e no deltoide anterior p=0,00 tanto na tarefa de digitação de texto como na utilização do rato para o grupo experimental relativamente ao grupo de controlo. CONCLUSÃO: O alongamento muscular contribui para uma diminuição da dor e desconforto e na redução dos níveis de atividade mioeléctrica, diminuído a tensão muscular.
OBJECTIVOS: Verificar a eficácia de um protocolo de exercícios de alongamento na redução da dor e desconforto em estudantes do ensino superior com queixas ao nível do pescoço e ombro, pela utilização do computador. RELEVÂNCIA: O trabalho no computador tem sido associado à ocorrência de lesões ou sintomatologia músculo-esquelética, sendo que os estudantes universitários um grupo vulnerável. AMOSTRA: 52 estudantes do Instituto Politécnico de Castelo Branco, 26 no grupo de controlo não realizaram nenhum protocolo e 26 no grupo experimental submetidos a um protocolo de alongamento durante 4 semanas. MATERIAL E MÉTODOS: Os dois grupos foram sujeitos a uma avaliação inicial (t0) e final (t1) após aplicação do protocolo. A dor e desconforto avaliada pelas Escalas Visuais Analógicas (EVA) de dor e desconforto, o estado de saúde através do questionário Índice Pescoço e Membro Superior (NULI-20) e a atividade muscular, através da electromiografia de superfície, durante a execução de duas tarefas, digitação de texto e utilização do rato e analisado o Root Mean Square (RMS) dos músculos trapézio superior e deltoide anterior. ANÁLISE ESTATÍSTICA: As diferenças intra-grupos foram testadas através dos testes Paired-Sample T Test e de Wilcoxon (nível de significância p≤0,05). RESULTADOS: Verificaram-se resultados com significado, na EVA de dor p=0,001 e desconforto p=0,04, no NULI-20 na dimensão de impacto psicossocial p= 0,020 e dimensão sono p=0,01 no grupo experimental em t1. Em relação ao RMS, obtiveram-se resultados com significado nos músculos trapézio superior p=0,00 e no deltoide anterior p=0,00 tanto na tarefa de digitação de texto como na utilização do rato para o grupo experimental relativamente ao grupo de controlo. CONCLUSÃO: O alongamento muscular contribui para uma diminuição da dor e desconforto e na redução dos níveis de atividade mioeléctrica, diminuído a tensão muscular.
Objetivo: Verificar se a realização da facilitação da passagem de pé para sentado, influência a atividade mioelétrica (RMS), do grande dentado e do tricípite braquial, e no membro inferior do reto femoral e do bicípite femoral no alcance funcional do membro superior em indivíduos saudáveis e determinar os tempos de ativação dos músculos grande dentado, tricípite braquial, reto femoral e bicípite femoral. Relevância: O conceito de Bobath carece de evidência científica, o propósito deste trabalho, pensamos ser um modesto contributo para tal. Amostra: Constituída por 15 indivíduos saudáveis com uma média de idade de 20,67 (DP=1,35), em que foi aplicada a facilitação da posição de pé para sentado, e outros 15 indivíduos saudáveis com uma média de idades de 20,40 (DP=0,99), em que não foi aplicada qualquer técnica. Materiais e Métodos: Em ambos os grupos foram recolhidos através da eletromiografia de superfície os dados referentes à atividade dos 2 músculos do membro superior, e 2 músculos do membro inferior durante o alcance funcional, posterior à facilitação da posição de pé para sentado (grupo 2), e sentar ativamente (grupo 1). Análise estatística: Para a análise descritiva dos dados foram utilizadas medidas de dispersão e tendência central. Foi utilizado o teste de Kruskal-Wallis para comparar os tempos de ativação muscular e os RMS referentes a cada músculo testado, entre o grupo 1 e o grupo 2 (p≤0,05). Resultados: Foram encontradas diferenças significativas na comparação do tempo de ativação muscular do reto femoral entre o grupo 1 e o grupo 2 (p=0,001) e na comparação do tempo de ativação muscular do bicípite femoral entre o grupo 1 e o grupo 2 (p=0,001). Conclusão: Este estudo comprova, que na tarefa de alcance funcional com a execução da facilitação obtêm-se RMS e tempos de ativação muscular diferentes em comparação com a realização da mesma tarefa de forma ativa.
Pretendemos discutir as oportunidades que os espaços de educação não formal oferecem para a implementação de um ensino e aprendizagem que evidencie a utilização da matemática em contextos sociais e culturais. A discussão apoia-se num estudo desenvolvido no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada no 4º ano do 1º Ciclo do Ensino Básico e em que se planeou, implementou e avaliou uma visita ao Jardim do paço de Castelo Branco. Para apoiar a visita foi criado um conjunto de tarefas que, a par de visarem uma aprendizagem ativa da matemática, pretendiam despertar os alunos para a presença desta no mundo que nos rodeia. Apresentamos uma das tarefas propostas aos alunos no Jardim do Paço e analisam-se e discutem-se os resultados da atividade, bem como os textos e os desenhos livres realizados, após a visita, em sala de aula. A resolução da tarefa requereu dos alunos a mobilização e aplicação de conhecimentos matemáticos em contextos reais, contribuindo para aprendizagens contextualizadas. O empenho, a alegria e a motivação manifestada pelos alunos na realização das atividades apontam para uma forte interação entre os dois contextos, formal (escola) e não formal (Jardim do Paço de Castelo Branco).
Actualmente, a redução das emissões de CO2 provenientes das atividades humanas é um objectivo técnico prioritário. O ciclo geoquímico dos nutrientes no solo é mediado pela atividade biológica, que resulta em emissões de CO2. No sector agrícola, os ecossistemas de pastagens permanentes são um importante sumidouro de carbono. Os Modelos para estimar o sequestro de carbono desses ecossistemas, consideram o mesmo valor da respiração do solo (emissão de CO2), para todos os tipos de vegetação (composição botânica) destas pastagens. No entanto, devido à diferente produção de biomassa das raízes, da sua qualidade e composição, resultantes das diferenças na composição botânica, poderemos esperar diferentes níveis de respiração do solo. Assim, testamos a hipótese que o tipo de vegetação determina o nível de emissão de CO2. Observaram-se maiores valores de emissão de CO2 para pastagens permanentes "Biodiversas" (mais elevados nas parcelas semeadas nesse ano do que nas parcelas antigas) em comparação com as Pastagens naturais. Sugerimos que a diferente quantidade e qualidade de biomassa das raízes, poderia ser a causa para essas diferenças. Apesar do teste da hipótese não estar concluído, estes dados sugerem que os modelos para estimar o sequestro de carbono de pastagens permanentes devem considerar diferentes emissões de CO2 de acordo com o "tipo de vegetação" e a idade da pastagem (teor inicial de C no solo).
O autor aborda a importância de educar para o turismo, já que este constitui não só um desafio e possibilidade económica e social/cultural deste século, como uma área de formação para a cidadania – cidade educadora (âmbito das aprendizagens não formais do indivíduo). Essa pedagogia ‘do’ e ‘para’ o turismo situa-se no âmbito das ciências sociais e humanas e, especialmente na das ciências da educação, devido à relação ‘turismo-educação – meio/comunidade’ (vertente educativa). Essa pedagogia insere-se nas ‘pedagogias de baixa densidade’ (rede social/sistémica de ação dos indivíduos no seu quotidiano), que integra o encontro, a convivência, património, a comunidade cidadãos, a multiculturalidade, a intergeracionalidade, o consumo, a urbanidade, etc. O campo de intervenção e do ‘saber pedagógico/educativo’ ‘do’ e ‘para’ o turismo incide numa educação para os valores e convivência como elementos cruciais da sua ação, no campo de intervenção da pedagogia social, que tem na educação social e o trabalho social a sua vertente prática/praxiológica, ao estar orientada à socialização e promoção dos indivíduos na sociedade ou comunidade. A relação ‘animação-turismo’, como atividade complexa nas suas diversas dimensões, constrói-se no diálogo interativo de saberes ‘sobre’ e ‘para’ a comunidade. A análise hermenêutica assenta sobre: pedagogia social e pedagogia do/para turismo’, na perspetiva social/educativa e cultural; pedagogia do encontro (‘baixa densidade’ territorial/comunitária) nos meandros das atividades turísticas; desafios da animação–turismo-interculturalidade na comunidade.
O presente artigo expõe o projeto de índole curricular em desenvolvimento e tem como finalidade demonstrar que o vestuário profissional (fardamento) representa um canal de difusão da imagem de uma instituição e pode ser promotor da sua identidade visual. Cada vez mais e nas diversificadas situações, o fardamento tem problemas que um designer de vestuário e têxtil pode solucionar. Conhecedores de algumas necessidades ao nível do fardamento, os responsáveis do Departamento de Comunicação e Marketing do Centro Hospitalar Cova da Beira (C.H.C.B.), comunicaram o seu interesse na possibilidade de reavaliação do caráter visual do vestuário profissional ao nível de front office, solicitando a apresentação de soluções práticas para a inexistência de vestuário profissional uniformizado. Desta forma, delineou-se como objetivo geral para o projeto, a Criação de uma proposta de fardamento e acessórios para os profissionais das unidades de atendimento (front office) do C.H.C.B. com base numa nova Identidade Visual Corporativa, garantindo o conforto no desempenho das várias atividades e funções. É certo que a imagem de uma instituição perante a perceção do público, nasce de uma quantidade de elementos que refletem os seus valores, a sua atividade e o seu profissionalismo. Hoje em dia, essa identidade não aparece só nos estacionários mas também, e cada vez mais frequente, no fardamento que os colaboradores vestem e exibem.
Disponível na Biblioteca da ESACB na cota C30-28008TFCNHQA.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Biológica e Alimentar.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar.