Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for caracterização and 1,345 records were found.

Realizou-se o estudo de dois transectos de 2 km localizados numa área a Oeste de Évora, em áreas de montados de sobro e azinho. Em cada transecto efectuaram-se 6 visitas, correspondendo a um total de 24 censos. Os dados foram coligidos entre 17 de Abril e 19 de Junho de 1999. Os censos foram realizados segundo o método dos transectos lineares com distância variável. Calculou-se o IKA médio para cada espécie. A riqueza específica de aves obtida para o período de estudo foi de 48 espécies, 36 das quais são passeriformes.
No sentido de uma melhor compreensão das características e evolução da investigação em educação em ciência analisamos uma amostra dos artigos mais citados em três das revistas de investigação de maior impacto na comunidade internacional da área, questionando como evoluíram as principais linhas de investigação sobre as quais tal comunidade se interessou, ao longo de uma década. E possível evidenciar uma tendência para o enfraquecimento de linhas centradas na Psicologia da Educação, nomeadamente tendo a ver com a aprendizagem de conceitos, e para o fortalecimento de linhas centradas na Filosofia da Ciência e em abordagens multidisciplinares.
Neste artigo são apresentados os resultados obtidos numa campanha de ensaios dinâmicos realizados para a avaliação estrutural da ponte de Odemira no decorrer das obras de reabilitação e reforço. Estes ensaios foram efectuados de modo a determinar as frequências próprias, as configurações dos modos de vibração e os amortecimentos modais. Foram realizadas medições de vibração forçada e de vibração ambiental, tendo sido adquiridas acelerações verticais e horizontais, segundo a direcção transversal e a direcção longitudinal, nos três primeiros tramos da Ponte de Odemira adjacentes à margem esquerda do rio Mira. Neste artigo efectua-se a comparação dos resultados obtidos do modelo numérico de elementos finitos com os resultados dos ensaios experimentais. Este tipo de ensaios de identificação modal é frequentemente utilizado para a inspecção e diagnóstico de estruturas, nomeadamente por exemplo, na averiguação da rigidez da estrutura, de zonas com potenciais anomalias e das condições de fronteira da estrutura, e podem ocorrer nas diferentes fases da vida útil da estrutura, construção e reabilitação.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Biológica e Alimentar, do qual só está disponível o resumo.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Biológica e Alimentar, do qual só está disponível o resumo.
Disponível na Biblioteca da ESACB na cota C30-26150TFCEBA.
Disponível na Biblioteca da ESACB na cota C30-24939TFCRA.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias-Ramo Agrícola, class.17 valores
Dissertação apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, para obtenção do grau de Mestre em Design Gráfico.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do grau de Mestre em Música - Variante de Formação Musical e Música de Conjunto
Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação nas Organizações
Portugal não dispõe de instrumentos que permitam uma análise aprofundada dos seus movimentos migratórios internos, apesar da sua importância na dinâmica populacional. Neste artigo partimos dos dados do questionário individual do censo de 2001, em que se perguntava a cada indivíduo se residia no concelho em que é recenseado nos dois e cinco anos anteriores, e dos globais de 2011 relativos à mesma pergunta. Concluímos que, nos dois censos, mais de 6% do total dos residentes num determinado concelho, migraram em data anterior pelo menos uma vez, e cerca de 2% do total de residentes tiveram residência anterior no estrangeiro. Por outro lado, em 2001, considerando o desenvolvimento dos dados trabalhados, os que se moveram dispunham de mais habilitações do que a média da população portuguesa no mesmo grupo etário e mostravam níveis mais elevados de emprego
Recolheu-se, ordenou-se e estruturou-se um conjunto de dados do efectivo ovino Merino Beira Baixa da Escola Superior Agrária de Castelo Branco (Portugal), obtidos entre 1981 e 1988. A idade média ao primeiro parto em função do tipo de nascimento das fêmeas (simples ou duplo) foi respectivamente de 595.07 + 150.01 dias e de 568.63 + 145.92 dias, não sendo significativas as diferenças verificadas. Porém este parâmetro revelou-se influenciado pelo “ano” (P<0.01). O intervalo entre partos mostrou-se dependente não dos meses de parições dentro de épocas mas sim entre as duas épocas de partos (Janeiro a Abril 314.20 + 83.15 dias e Agosto a Dezembro 380.61 + 73.80 dias). O intervalo entre partos apresentou ainda diferenças significativas (P<0.01) para a idade do parto. A taxa da fertilidade aparente foi de 86.2%, a prolificidade foi de 113.5%, a produtividade numérica foi de 91.6%. Todos estes índices mostram-se dependentes da idade da ovelha ao parto, foram ainda calculados outros parâmetros reprodutivos, sendo incluída a análise.
Caracterización ambiental y análisis de riesgos en cuencas transfronterizas: proyecto piloto en el río Águeda. AGUEDA Custo total: 668.820,00 €
As espécies do género Opuntia spp. encontram-se na paisagem e em sistemas agrícolas de muitas regiões do mundo, apesar do seu centro de origem se situar no continente americano. Apresentam um elevado potencial de produção de biomassa com consumo de água muito baixo por serem plantas CAM (metabolismo ácido das crassuláceas). São, portanto, plantas tolerantes à seca e crescem em condições semiáridas. Num mundo em mudança, em que ganham relevo as alterações climáticas e a diminuição da disponibilidade de água potável, o género Opuntia spp. poderá vir a ter um papel importante na alimentação animal e produção de biomassa. A espécie Opuntia ficus-indica (L.) Miller é a mais importante sob o ponto de vista económico, sendo cultivada em mais de 20 países e com várias utilizações. Em Portugal é frequente a localização de O. ficus-indica na margem de estradas e caminhos. É uma espécie de comportamento ruderal, sendo cultivada pelos seus frutos comestíveis e para a constituição de sebes vivas, estando amplamente naturalizada. A O. ficus-indica é indiferente à natureza do substrato e encontra-se a altitudes desde o nível do mar até cerca dos 800 m. Em Portugal estão ainda referenciadas como naturalizadas as espécies Opuntia dillenii (Ker Gawl.) Haw, Opuntia subulata (Mühlenpf.) Engelm e Opuntia elata Link & Otto. Objetivos: neste estudo recolheu-se germoplasma de Opuntia spp. em Portugal, que está estabelecido num campo de ensaio, decorrendo a sua caraterização morfológica e molecular (através de marcadores do tipo microssatélites, SSRs). Para além da análise da variabilidade intra e interpopulacional, propomo-nos quantificar a biomassa produzida pelas diferentes populações, estudar a sua utilização para alimentação animal e valorizar a utilização do fruto para consumo humano. Em síntese, pretende-se responder às seguintes questões: i) existem diferenças morfológicas entre populações de Opuntia spp. em Portugal?, ii) existem diferenças genéticas nas populações de Opuntia spp. em Portugal?, iii) qual é a variabilidade morfológica e genética ao nível intra e interespecífico?, iv) existem diferenças entre populações no que se refere à produção de biomassa?, v) é possível estimar a biomassa através de modelo matemático não destrutivo?, vi) qual o valor dos cladódios como recurso para alimentação animal?, vii) qual o valor dos frutos para alimentação humana?. Resultados previstos e destinatários: Pretende-se contribuir para a seleção de material vegetal com interesse em futuros programas de melhoramento, divulgação das utilizações desta espécie e desenvolvimento da fileira do figo da índia. Proprietários agrícolas e associações de produtores são potenciais destinatários dos resultados previstos neste estudo, entre outros. A disseminação da informação será efetuada em encontros nacionais e internacionais.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso em Engenharia Florestal apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar.
Relatório de Estágio do curso de Produção Animal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Biologia Aplicada do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Disponível na Biblioteca da ESACB na cota C30-25468TFCRNA.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso em Engenharia Florestal apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso em Engenharia dos Recursos Naturais e Ambiente apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório de Estágio do curso de Produção Animal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Florestal, class. 18 valores
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias - Ramo Animal, class. 17 valores