Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for caracterização and 2,184 records were found.

Dissertação apresentada com vista à obtenção do grau de Mestre em Construção Sustentável, Instituto Politécnico, Escola Superior de Tecnologia, Castelo Branco, 2016
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Florestal, class. 18 valores
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias - Ramo Animal, class. 17 valores
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do Grau de Mestre em Inovação e Qualidade na Produção Alimentar
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do Grau de Mestre em Inovação e Qualidade na Produção Alimentar
Dissertação de Mestrado em Ciências Biomédicas, Universidade Nova de Lisboa, 2008
Titulo de capa - Actividades das crianças no recreio escolar: o tempo o espaço e as actividades no recreio escolar das crianças com idades compreendidas entre os 4 e os 9 anos no Jardim-Escola João de Deus de Castelo Branco
Dissertação apresentada com vista à obtenção do grau de Mestre em Construção Sustentável, Instituto Politécnico, Escola Superior de Tecnologia, Castelo Branco, 2016
Recolheu-se, ordenou-se e estruturou-se um conjunto de dados do efectivo ovino Merino Beira Baixa da Escola Superior Agrária de Castelo Branco (Portugal), obtidos entre 1981 e 1988. A idade média ao primeiro parto em função do tipo de nascimento das fêmeas (simples ou duplo) foi respectivamente de 595.07 + 150.01 dias e de 568.63 + 145.92 dias, não sendo significativas as diferenças verificadas. Porém este parâmetro revelou-se influenciado pelo “ano” (P<0.01). O intervalo entre partos mostrou-se dependente não dos meses de parições dentro de épocas mas sim entre as duas épocas de partos (Janeiro a Abril 314.20 + 83.15 dias e Agosto a Dezembro 380.61 + 73.80 dias). O intervalo entre partos apresentou ainda diferenças significativas (P<0.01) para a idade do parto. A taxa da fertilidade aparente foi de 86.2%, a prolificidade foi de 113.5%, a produtividade numérica foi de 91.6%. Todos estes índices mostram-se dependentes da idade da ovelha ao parto, foram ainda calculados outros parâmetros reprodutivos, sendo incluída a análise.
Caracterización ambiental y análisis de riesgos en cuencas transfronterizas: proyecto piloto en el río Águeda. AGUEDA Custo total: 668.820,00 €
As espécies do género Opuntia spp. encontram-se na paisagem e em sistemas agrícolas de muitas regiões do mundo, apesar do seu centro de origem se situar no continente americano. Apresentam um elevado potencial de produção de biomassa com consumo de água muito baixo por serem plantas CAM (metabolismo ácido das crassuláceas). São, portanto, plantas tolerantes à seca e crescem em condições semiáridas. Num mundo em mudança, em que ganham relevo as alterações climáticas e a diminuição da disponibilidade de água potável, o género Opuntia spp. poderá vir a ter um papel importante na alimentação animal e produção de biomassa. A espécie Opuntia ficus-indica (L.) Miller é a mais importante sob o ponto de vista económico, sendo cultivada em mais de 20 países e com várias utilizações. Em Portugal é frequente a localização de O. ficus-indica na margem de estradas e caminhos. É uma espécie de comportamento ruderal, sendo cultivada pelos seus frutos comestíveis e para a constituição de sebes vivas, estando amplamente naturalizada. A O. ficus-indica é indiferente à natureza do substrato e encontra-se a altitudes desde o nível do mar até cerca dos 800 m. Em Portugal estão ainda referenciadas como naturalizadas as espécies Opuntia dillenii (Ker Gawl.) Haw, Opuntia subulata (Mühlenpf.) Engelm e Opuntia elata Link & Otto. Objetivos: neste estudo recolheu-se germoplasma de Opuntia spp. em Portugal, que está estabelecido num campo de ensaio, decorrendo a sua caraterização morfológica e molecular (através de marcadores do tipo microssatélites, SSRs). Para além da análise da variabilidade intra e interpopulacional, propomo-nos quantificar a biomassa produzida pelas diferentes populações, estudar a sua utilização para alimentação animal e valorizar a utilização do fruto para consumo humano. Em síntese, pretende-se responder às seguintes questões: i) existem diferenças morfológicas entre populações de Opuntia spp. em Portugal?, ii) existem diferenças genéticas nas populações de Opuntia spp. em Portugal?, iii) qual é a variabilidade morfológica e genética ao nível intra e interespecífico?, iv) existem diferenças entre populações no que se refere à produção de biomassa?, v) é possível estimar a biomassa através de modelo matemático não destrutivo?, vi) qual o valor dos cladódios como recurso para alimentação animal?, vii) qual o valor dos frutos para alimentação humana?. Resultados previstos e destinatários: Pretende-se contribuir para a seleção de material vegetal com interesse em futuros programas de melhoramento, divulgação das utilizações desta espécie e desenvolvimento da fileira do figo da índia. Proprietários agrícolas e associações de produtores são potenciais destinatários dos resultados previstos neste estudo, entre outros. A disseminação da informação será efetuada em encontros nacionais e internacionais.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso em Engenharia Florestal apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco, do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Nutrição Humana e Qualidade Alimentar.
Relatório de Estágio do curso de Produção Animal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.