Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for envelhecimento and 641 records were found.

Envelhecimento demográfico
O processo de envelhecimento promove um conjunto de perda de capacidades em diferentes níveis: físico, cognitivo, emotivo e social. A Iniciativa i2010: Plano de Acção «Tecnologias da Informação e das Comunicações e Envelhecimento», promovida pela União Europeia, visa a promoção de medidas e de ações que permitam uma melhor qualidade de vida para os cidadãos mais idosos. A Iniciativa i2010 pretende que sejam atingidos três diferentes domínios com as TIC mas com um enfoque nas tecnologias assistivas digitais: 1. Envelhecer bem no trabalho; 2. Envelhecer bem na comunidade; 3. Envelhecer bem em casa. É nesta última vertente que se pretende apresentar uma proposta que visa a criação e adaptação de dispositivos tecnológicos digitais que permitam uma monitorização das rotinas dos cidadãos mais idosos, salvaguardando-se todos os aspetos éticos e de privacidade, mas que seja potenciadora de um novo «ambiente» onde os cuidadores possam intervir sempre que for necessário de uma forma atempada em termos de salvaguarda do bem-estar e segurança dos cidadãos mais idosos. A conceção, o desenvolvimento e a implementação dos dispositivos digitais serão enquadrados nos projetos da Licenciatura em Engenharia Electrotécnica e das Telecomunicações (3º ano) na Escola Superior de Tecnologia do Instituo Politécnico de Castelo Branco.
O envelhecimento tem sido encarado como um desafio constituindo-se como objeto de estudo e de intervenção de entidades supra nacionais, nacionais e locais e das mais variadas áreas do saber. Tendo em conta a diversidade de saberes pretendemos com este texto compreender o envelhecimento, as políticas, a investigação e a intervenção social com destaque para a infoexclusão e a infointervenção. Como sabemos o contexto de crise económica e financeira e a retração das políticas públicas e sociais aumenta as desigualdades e coloca em causa o bem-estar das pessoas idosas. Somos desafiados por isso a questionar, de um ponto de vista crítico, as estratégias adotadas para dar resposta ao grupo de pessoas idosas destacando os processos de infoexclusão e formas de infointervenção.
Envelhecimento
Envelhecimento da mulher
Envelhecimento humano
Envelhecimento celular
Envelhecimento da população Portuguesa
A crescente importância política, económica e social dos países em vias de desenvolvimento, a evolução rápida da sua população fez concentrar, durante o século XX, as atenções da opinião pública quase exclusivamente no crescimento demográfico. Quando se falava em população, falava-se sempre no receio das consequências da explosão demográfica. Os cenários elaborados pelas Nações Unidas, na segunda metade do século XX, apontavam para um mundo, no final do século XXI, com uma população próxima dos 20 milhares de milhão de habitantes (quatro vezes mais a população mundial existente em 1990 - 5 milhares de milhão).
Envelhecimento ativo
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.
Num futuro próximo o envelhecimento demográfico terá consequências relativas quer na população em geral, quer na composição da população ativa e na escassez de algumas competências. O objetivo geral desta investigação visa compreender quais as práticas de GRH que contribuem para a retenção dos trabalhadores de diferentes idades. Com base nestas premissas, realizámos três estudos com o objetivo de (1) perceber se e como os Gestores de RH consideram a questão da idade no desenvolvimento de práticas de GRH. Neste sentido, entrevistámos 14 gestores de RH de pequenas, médias e grandes empresas e realizámos uma análise qualitativa; (2) analisar a relação entre as práticas de GRH e as intenções de reforma. Para tal, aplicámos um questionário online a 402 trabalhadores de várias empresas; (3) analisar bundles de GRH em vez de práticas isoladas de GRH, salientando assim a importância da coerência do sistema de GRH como um todo. A amostra foi a mesma do estudo anterior. O não-alinhamento entre as práticas efetivas nas organizações e as práticas que os trabalhadores consideram importantes, parece tornar evidente que ainda há muito trabalho a ser feito nesta área, salientando a importância do desenvolvimento de práticas adequadas às necessidades e desejos dos trabalhadores. Entendemos que o nosso estudo pode ser um ponto de partida para a investigação sobre os possíveis fatores de apoio envolvidos na questão da idade, uma vez que existe uma relação entre a perceção das práticas de GRH e a intenção de reforma.
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.
O recenseamento de 2011, cujo momento censitário se fixou no dia 21 de Março de 2011, é o último censo realizado, não só porque é o mais recente mas, também, porque provavelmente será o último que se realiza nestes moldes mais clássicos. É um censo que segue também uma linha de inovação tecnológica, uma vez que se apostou no e-Censos, ou seja, na possibilidade de resposta pela Internet, à semelhança do que já acontece em outros países, sendo que cerca de 50% da população respondeu através deste meio.
A presente comunicação pretende evidenciar a necessidade de se criar um «Currículo Digital de 3ª Geração» para que inclua os idosos na sociedade da Informação e do Conhecimento. Para o efeito, serão apresentadas as principais iniciativas da União Europeia e de Portugal, em particular, relacionadas com a promoção da utilização das TIC pelos cidadãos mais idosos. Tendo em consideração o incremento do envelhecimento no seio da União Europeia e também a realidade de Portugal, torna-se urgente discutir e reflectir acerca de quais as medidas que se devem implementar para que os idosos deixem de ser um grupo de cidadãos info-excluídos. Neste sentido, a criação de condições para o envolvimento dos idosos na utilização de meios tecnológico/digitais deverão construir uma prioridade como forma de proporcionar um adequado envelhecimento activo.
Tese de Doutoramento em Engenharia Química, Universidade Técnica de Lisboa, 2004
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com vista à obtenção do grau de Mestre em Educação Física na Especialidade de Gerontomotricidade.
A presente comunicação insere-se no âmbito de um estudo de caso de natureza qualitativa, realizado numa turma de informática da Universidade Sénior Albicastrense (USALBI) durante o ano letivo 2010/2011, com o objetivo de compreender o contributo do Facebook na promoção do envelhecimento ativo. Genericamente, este estudo consistiu na observação não participante dos idosos da turma de informática, na realização de entrevistas semiestruturadas aos idosos e á professora de informática e também na aplicação de uma grelha de exploração cronológica baseada nas funcionalidades do Facebook. Os resultados deste estudo permitiram constatar que o Facebook é uma rede social digital extensível a todas as idades, é uma ferramenta digital que promove a socialização, combate o isolamento, contribuindo igualmente para uma aprendizagem ao longo da vida, permitindo criar condições para que os idosos possam ter um mais adequado envelhecimento ativo.
Cuidados continuados
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para obtenção do Grau de Mestre em tecnologia e Sustentabilidade dos Sistemas Florestais.
Envelhecimento
Envelhecimento
envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento
Envelhecimento