Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for informação and 1,029 records were found.

Contém os resumos das comunicações e dos pósteres apresentados no II Encontro de Sistemas de Informação Geográfica.
A publicação contém os resumos das comunicações e dos pósteres apresentados no III Encontro de Sistemas de Informação Geográfica.
Relatório de Estágio do curso de Engenharia de Produção Florestal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Na transição de uma sociedade industrial para uma sociedade de informação e do conhecimento, mais do que um factor crítico determinante do sucesso empresarial, um sistema de informação de apoio a gestores de PME é uma questão de sobrevivência. Pois ao permitir reduzir custos, aumentar a produtividade, reduzir o risco de incerteza na tomada da decisão, melhorar a qualidade dos produtos e/ou serviços, aumentar a eficiência e a eficácia dos processos de gestão, transmitindo valor acrescentado e fidelizando clientes, torna-se num suporte determinante para a gestão estratégica e operacional das PME.
O presente estudo teve como objetivos principais contribuir para traçar o perfil informacional do estudante à entrada no ensino superior, relativamente a necessidade de informação e competências de utilização de recursos e serviços e, concomitantemente, para melhorar os programas de formação de utilizadores visando dotá-los de competências de literacia de informação que lhes permitam definir a natureza, tipo e extensão da informação de que necessitam e localizar, avaliar e utilizar essa informação de forma ética e eficaz.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Florestal.
Os dados constituem a base do estudo conducente à elaboração da dissertação de mestrado em Ciências da Informação e Documentação - Opção em Bibliotecas, apresentada em 2011 na Universidade de Évora, com o título "O perfil informacional do estudante à entrada do ensino superior - o caso do Instituto Politécnico de Castelo Branco".
Os dados constituem a base do estudo conducente à elaboração da dissertação de mestrado em Ciências da Informação e Documentação - Opção em Bibliotecas, apresentada em 2011 na Universidade de Évora, com o título "O perfil informacional do estudante à entrada do ensino superior - o caso do Instituto Politécnico de Castelo Branco".
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Os desafios que se colocam atualmente às bibliotecas do ensino superior são enormes e estas cada vez mais se preocupam em desenvolver nos seus utilizadores competências em literacia da informação que lhes permitam definir a natureza, tipo e extensão da informação de que necessitam e localizar, avaliar e utilizar essa informação de forma ética e eficaz. O estudo do perfil informacional do estudante decorreu no Instituto Politécnico de Castelo Branco e foi realizado mediante a aplicação de um inquérito por questionário distribuído aos estudantes que aí ingressaram no ano letivo 2010/2011. O perfil encontrado motivou o desenvolvimento de uma estratégia intensiva de comunicação com os utilizadores (user oriented) e a criação de um modelo de formação bipolar com orientação para o uso assertivo da biblioteca e para o uso competente de recursos documentais, exploração de bases de dados e plataformas eletrónicas.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Rural e Ambiente apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
O Projecto Ruraltech - Rede Europeia para a Promoção das Novas Tecnologias em Territórios Rurais está profusamente descrito e fundamentado nas páginas deste livro. Para lá das palavras que perpetuam os acontecimentos, só a História nos dirá quais os efeitos perduráveis duma iniciativa que se esforçou por suavizar a iliteracia digital a que se viram condenadas as populações rurais, a qual representa um dos principais obstáculos à promoção da igualdade de oportunidades entre os espaços urbanos e os espaços rurais e, dentro destes, entre os que já se conseguiram incorporar nas redes de comunicação e informação e os que foram deixados à margem da sociedade do conhecimento.
A maior afluência de pessoas a determinados locais, como aeroportos, zonas comerciais, eventos, serviços públicos, instalações turísticas, etc., suscitou a necessidade de orientar essas pessoas num espaço desconhecido e comunicar mensagens básicas com uma linguagem compreendida por uma maioria. Por outro lado essa mesma mobilidade trouxe consigo desenvolvimento rodoviário associado a um crescente fluxo de indivíduos que se deslocam por necessidades várias de um ponto para outro. Esse deslocamento, muitas vezes efectuado em espaços desconhecidos, despoletou a necessidade em apreender novas regras, as quais passam a ser formalizadas através de signos que facilitam o acesso ou a circulação a determinados locais. Para o presente projecto de investigação identificou-­‐se um problema concreto: os sistemas de signos para informação turística em Portugal, na Europa e no mundo são díspares, na sua maioria não se relacionam graficamente, são incoerentes do ponto de vista da sua concepção gráfica e não existe a nível europeu um sistema normalizado. Estrategicamente, encontra-­‐se no design de informação uma resposta concreta para a obtenção de metodologias de investigação aplicadas à concepção de símbolos para informação turística.
Apresenta-se uma proposta de planificação de uma sequência de ensino de Ciências da Natureza, para o 2º Ciclo do Ensino Básico, elaborada a partir das orientações do Currículo Nacional do Ensino Básico e do Programa Oficial, em que o Trabalho Prático (TP) com recurso às Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), seguindo as orientações CTS, é um Educação em Ciência, CTS, Trabalho Prático, Tecnologias da Informação e um aspecto preponderante.
Apresentam-se as concepções de alunos futuros professores de Ciências da Natureza relativamente às potencialidades das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no Trabalho Experimental (TE), antes e depois do confronto com uma proposta de ensino de Ciências inovadora, com intenção formativa. O estudo seguiu uma metodologia de natureza qualitativa e da primeira para a segunda fase, identificámos alterações nas concepções dos alunos futuros professores acerca das vantagens e desvantagens das TIC no TE. A proposta didáctica revelou-se como um contributo positivo para tal alteração.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Licenciado em Engenharia Biológica e Alimentar, do qual só está disponível o resumo.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação de Mestrado apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco com vista à obtenção do Grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica - Recursos Agro-Florestais e Ambientais.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Comunicação apresentada no Congresso Ibérico de Fogos Florestais que decorreu de 17 a 19 de Dezembro de 2000, em Castelo Branco, na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico.
Comunicação apresentada no Seminário Sistemas Informáticos no Ordenamento do Território e dos Recursos Naturais, que decorreu na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco m 3 de Julho de 1998.
A evolução das tecnologias da informação e da comunicação (Tic) imprimiu uma dinâmica de transformação na educação e na escola pública. A utilização indiscriminada do computador pessoal inundou as nossas escolas de trabalhos do tipo “selecionar tudo, copiar e colar”. A escola pública contribui para atenuar a exclusão digital, porém a formação dos professores nestas matérias deve ser considerada prioritária, já que as Tic na educação, bem como a informação por elas disponibilizada, correspondem à descoberta de uma nova dimensão pedagógica. O artigo defende que o fracasso da escola só pode ser combatido promovendo o êxito do professor. Enfatiza que, na atual conjuntura, não basta para o que já se fez, mas urge estabelecer as metas do que ainda está por fazer. Sobretudo relevando que, hoje, a questão da educação não é mais um problema teórico mas, sobretudo, um problema prático e de práticas. A proposta resulta num desafio à capacidade dos professores e das escolas em saberem ultrapassar iliteracia digital, que as condena, e construírem uma escola que se assuma como uma comunidade de aprendentes, promovendo a livre circulação dos saberes, que deverá coincidir com a desvalorização dos tecnocratas da educação e com o progressivo “regresso” dos pedagogos.
Poster apresentado no II Encontro de Sistemas de Informação Geográfica que decorreu de 19 a 20 de Maio de 2011 na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica - Recursos Agro-Florestais e Ambientais.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos, realizada sob a orientação científica do Professor Doutor Filipe Miguel Bispo Fidalgo, do Instituto Politécnico de Castelo Branco e da coorientação científica do Professor Doutor Rogério Pais Dionísio, Instituto Politécnico de Castelo Branco.
O atual avanço tecnológico torna necessária uma aproximação entre todas as instituições sociais e, neste contexto, o profissional de secretariado deve saber utilizar os meios tecnológicos/digitais para poder produzir e difundir informação com qualidade e clareza. As Tecnologias de Informação e Comunicação pretendem constituir-se como um conjunto de intervenções favoráveis à aquisição de competências científicas, pedagógicas e técnicas neste domínio e, por esta via, um espaço dedicado ao estudo, à reflexão e à crítica como componentes essenciais de formação e desenvolvimento pessoal, indispensáveis à vida profissional. No momento em que se comemoram 20 anos do curso de Secretariado da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco, ainda que sob diversas denominações, pretende-se com o presente trabalho retratar a evolução do perfil do profissional de secretariado tendo por base a influência das Tecnologias da Informação e Comunicação, assim como fazer uma breve resenha acerca das competências que o profissional desta área deve adquirir ao nível das Tecnologias da Informação e Comunicação. É ainda feito um estudo de caso da utilização do software Simple Concordance Program na elaboração do estudo de concordância do discurso de tomada de posse do atual Presidente da República.
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica – Recursos Agro-Florestais e Ambientais.
Relatório de Estágio Profissional apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Música - Formação Musical e Música de Conjunto.
Actualmente com o desenvolvimento das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) abriram-se novos caminhos para o ensino das Ciências, permitindo desenvolver novas técnicas de ensino bem como melhorar as antigas. Com vista a permitir um melhor ensino e aprendizagem da Química e da Bioquímica, pretende-se recorrer às novas TIC como suporte às aulas “tradicionais”. Com este trabalho pretende-se conseguir uma melhor transmissão de conhecimentos, bem como uma melhor avaliação dos mesmos, apoiando-nos nas tecnologias e aplicações emergente, tais como os “Campus Virtuais”, os programas de ensino e avaliação on-line (E-learning), os quadros interactivos, cuja utilização não fica restrita à sala de aula nem ao horário da unidade curricular. São apresentados e analisados alguns trabalhos realizados dentro desta temática, tentando-se no geral realizar um estudo globalizador desta realidade, envolvendo diferentes conhecimentos. Neste sentido, foram descritos os trabalhos, focando todas as etapas desde a concepção à execução de conteúdos multimédia para apoio à docência até à sua implementação dentro e fora da sala de aula por intermédio dos quadros interactivos e das plataformas de e-learning. No desenvolvimento destes recursos, foram utilizados diversos programas informáticos, desde programas de visualização de moléculas a programas que geram testes de avaliação e monitorizam a evolução dos alunos seguindo-se a inclusão destes conteúdos numa plataforma electrónica de ensino ou a sua utilização em sala de aula através dos quadros interactivos, criando ferramentas bastante completas para o ensino da Química e da Bioquímica. Ao longo deste trabalho foi-se adquirido a experiência necessária para a elaboração das ferramentas mais adequadas a este tipo de ensino, tendo sido recolhida informação suficiente para poder avaliar, através de testes estatísticos, que houve uma contribuição significativa das novas TIC no ensino destas unidades curriculares, de cariz extremamente prático.
Actualmente com o desenvolvimento das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) abriram-se novos caminhos para o ensino das Ciências, permitindo desenvolver novas técnicas de ensino bem como melhorar as antigas. Com vista a permitir um melhor ensino e aprendizagem da Química e da Bioquímica, pretende-se recorrer às novas TIC como suporte às aulas “tradicionais”. Com este trabalho pretende-se conseguir uma melhor transmissão de conhecimentos, bem como uma melhor avaliação dos mesmos, apoiando-nos nas tecnologias e aplicações emergente, tais como os “Campus Virtuais”, os programas de ensino e avaliação on-line (E-learning), os quadros interactivos, cuja utilização não fica restrita à sala de aula nem ao horário da unidade curricular. São apresentados e analisados alguns trabalhos realizados dentro desta temática, tentando-se no geral realizar um estudo globalizador desta realidade, envolvendo diferentes conhecimentos. Neste sentido, foram descritos os trabalhos, focando todas as etapas desde a concepção à execução de conteúdos multimédia para apoio à docência até à sua implementação dentro e fora da sala de aula por intermédio dos quadros interactivos e das plataformas de e-learning. No desenvolvimento destes recursos, foram utilizados diversos programas informáticos, desde programas de visualização de moléculas a programas que geram testes de avaliação e monitorizam a evolução dos alunos seguindo-se a inclusão destes conteúdos numa plataforma electrónica de ensino ou a sua utilização em sala de aula através dos quadros interactivos, criando ferramentas bastante completas para o ensino da Química e da Bioquímica. Ao longo deste trabalho foi-se adquirido a experiência necessária para a elaboração das ferramentas mais adequadas a este tipo de ensino, tendo sido recolhida informação suficiente para poder avaliar, através de testes estatísticos, que houve uma contribuição significativa das novas TIC no ensino destas unidades curriculares, de cariz extremamente prático.
Dissertação apresentada ao Instituto Superior de Agronomia - UTL, para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia da Rega e dos Recursos Agrícolas.
Integração em sistemas de informação geográfica da cartografia da SCN 10k como informação de base para os instrumentos de gestão territorial
Apesar de ser cada vez maior a acessibilidade às TIC e de haver cada vez mais um maior número de dispositivos digitais a sua utilização tem estado confinada, principalmente, aos mais jovens e aos cidadãos que apresentam níveis superiores de literacia. Quer isto dizer, que na presente sociedade da informação, há uma «fractura digital» que engloba ainda um número significativo de cidadãos: mulheres, desempregados, cidadãos com baixos índices de literacia e os idosos. Estamos conscientes que o mundo se encontra num processo de envelhecimento e, como consequência, esta faixa de cidadãos será cada vez mais numerosa tornam os idosos como um grupo prioritário no sentido de se promoverem acções que permitam a sua info-inclusão. A presente comunicação tem como objectivo alertar para a necessidade de se tomarem iniciativas que visem a formação dos idosos em TIC para que esta sociedade da informação seja, realmente, info-inclusiva.
Sistemas de Informação Geográfica (SIG/GIS) : planeamento do solo e gestão ambiental.
Este estudo tem como primeiro objetivo apresentar uma perspetiva sobre a utilização sustentável dos documentos arquivados em Open Access num repositório, quando utilizados para estudo e investigação. Como segundo objetivo, pretende motivar os gestores dos repositórios para a criação de consciência ambiental junto dos utilizadores relativamente ao uso dos documentos, demonstrando os efeitos perniciosos da impressão sistemática.
A presente comunicação pretende evidenciar a necessidade de se criar um «Currículo Digital de 3ª Geração» para que inclua os idosos na sociedade da Informação e do Conhecimento. Para o efeito, serão apresentadas as principais iniciativas da União Europeia e de Portugal, em particular, relacionadas com a promoção da utilização das TIC pelos cidadãos mais idosos. Tendo em consideração o incremento do envelhecimento no seio da União Europeia e também a realidade de Portugal, torna-se urgente discutir e reflectir acerca de quais as medidas que se devem implementar para que os idosos deixem de ser um grupo de cidadãos info-excluídos. Neste sentido, a criação de condições para o envolvimento dos idosos na utilização de meios tecnológico/digitais deverão construir uma prioridade como forma de proporcionar um adequado envelhecimento activo.
Apresentam-se de forma resumida e ilustrada as atividades desenvolvidas na Biblioteca da Escola Superior Agrária/Escola Superior de Artes Aplicadas (ESACB/ESART) do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) de 2010 até ao presente.
As transformações educativas operadas com o acesso às novas tecnologias e à sociedade do conhecimento obrigaram a escola a ministrar um ensino de maior qualidade. A inclusão de todos os alunos num aprender a aprender proporciona um melhor acesso aos recursos e ferramentas tecnológicas, evitando alguns desequilíbrios na aprendizagem. A escola com os seus currículos multirreferenciais e projectos deverá formar profissionais com uma formação especializada adaptada às exigências do mercado de trabalho. O autor analisa no contexto da sociedade da informação os impactos das novas tecnologias na educação, as mudanças exigidas na escola e nas salas de aula e maiores competências nos professores para esse desempenho.
Apresentamos nossa visão de entendimento da globalização, a qual constitui uma fonte de oportunidades. Nessa abordagem propomos os seguintes objectivos: a ideia comum de globalização, concretizando os ganhos nas actividades locais (regulação e localização); as propostas de Castells sobre o novo papel do Estado (eficácia); a segurança ambiental; a crise da identidade social e pessoal e, ainda, o conserva-dorismo optimista de Porter sobre a cooperação e competição; a realidade das exclusões resultante da sociedade global e a cultura da transformação na sociedade da informação.
Esta publicação reúne os resumos das comunicações apresentadas no IV Encontro de Sistemas de Informação Geográfica, sob a forma de comunicações orais e pósteres e inclui, ainda, o programa científico do encontro.
Este projeto, focado para o Município de Belmonte, foi desenvolvido com a finalidade de responder a um problema comum em muitas localidades: o problema de orientação dentro das zonas históricas e atrativos culturais. Compreendemos assim a importância de ser criado um sistema de sinalética no Município de Belmonte. Com os inúmeros museus e zonas históricas existentes no concelho, é necessária uma orientação, para guiar os visitantes, tornando a sua visita mais confortável e completa. Neste trabalho, serão realizados os estudos prévios para ser possível a realização do projeto de Sinalética no Município de Belmonte, respondendo assim às necessidades dos habitantes e turistas que visitam a vila.
O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no sistema educativo português não é obrigatório e apesar de vários projectos que tiveram como objectivos primordiais a introdução dos computadores no sistema educativo o seu não parece ser generalizado. Há, contudo, professores que os estão a introduzir nas suas práticas docentes. O uso dos computadores e mais concretamente quais os professores que aceitaram o desafio da sua introdução no sistema educativo português são o tema principal desta investigação. Esta comunicação apresenta uma análise a questionários feitos a 450 professores (150 de Ciências, 150 de Língua Estrangeira e 150 de Matemática) em 35 escolas do distrito de castelo Branco. A informação recolhida inclui dados pessoais, formação inicial e contínua e conhecimento e uso de computadores no ensino bem como as atitudes face ao uso generalizado dos computadores e em particular na educação. Tenta também analisar se professores de grupos disciplinares diferentes apresentam atitudes diferentes face ao tema.
Análise exaustiva de toda a informação que é tratada na gestão de uma ganaderia de toiros de lide. Esta informação foi organizada em grupos (entidades/tabelas) de modo a poder conceber o desenho do fluxo dessa informação entre as várias entidades. Após o desenho global do projecto da gestão da informação de uma ganadeira de toiros de lide, foi desenvolvida uma aplicação, utilizando o Microsoft Access, que permite realizar essa mesma gestão. Esta aplicação permite acompanhar os animais da ganaderia, desde o seu nascimento até à morte, mantendo a informação de todo o seu percurso. Por fim, a aplicação permite que toda a informação de cada animal fique guardada, de modo a que todo o histórico da ganaderia seja acessível através da aplicação. O objectivo principal desta aplicação é facilitar, ao gestor, a escolha dos reprodutores de modo a alcançar a bravura desejada para os animais da sua ganaderia; permitir aceder à informação de uma maneira mais rápida e sistemática que na gestão pré-informatizada; obter a documentação, em suporte físico, mais organizada, tornando a sua consulta posterior mais fácil e clara.
Neste trabalho foi desenvolvida uma aplicação na área dos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para apoio à exploração e gestão do Aproveitamento Hidroagrícola de Idanha-a-Nova (GestRegaSIG), baseada em conjuntos e serviços de dados geográficos. Esta aplicação permite o acesso, fácil e personalizado, a toda a informação gráfica e alfanumérica relativa ao aproveitamento, nas componentes de visualização, consulta, edição e produção de mapas e relatórios.
A modelação e a padronização dos incêndios com recurso aos sistemas de informação geográfica, constituem uma ferramenta de apoio à decisão no planeamento e localização de acções de prevenção e supressão de incêndios. A metodologia utilizada assenta num estudo do histórico de incêndios, no diagnóstico de condicionantes na definição de soluções e identificação de oportunidades de supressão.
Relatório de Estágio do curso de Engenharia de Produção Florestal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Os Parques Eólicos foram uma das tipologias de projecto, constante das Listas Positivas do DL 69/2000 de 3 de Maio, que mais têm sido sujeitos ao procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental, quer pelo aumento do número deste tipo de infra-estruturas, quer pelas localizações maioritariamente em zonas protegidas. Os maiores impactes decorrentes deste tipo de projecto verificam-se no descritor Paisagem, no entanto, os impactes visuais nem sempre foram estudados de forma adequada. A construção de perfis visuais e simulações visuais é ainda uma técnica pouco utilizada nos Estudo de Impacte Ambiental destas tipologias. Assim, foi desenvolvida uma metodologia de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), para a construção de bacias de visão e permitir a análise do impacte visual. Neste estudo foi analisado o impacte visual dos aerogeradores de um Parque Eólico nas localidades limítrofes. A aplicação desta metodologia em SIG necessita da seguinte informação geográfica base: altimetria, toponímia e localização dos aerogeradores. A análise das bacias de visão, utilizando a tecnologia SIG, é um processo eficiente na avaliação do impacte visual de infra-estruturas com efeito negativo sobre a paisagem.
Este estudo tem como objectivo a aplicação de uma metodologia para a delimitação da REN do concelho de Nisa, baseada em Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e sua comparação com a REN legalmente aprovada.
Existe um consenso generalizado acerca da importância que o ensino experimental tem no processo de ensino aprendizagem nas disciplinas de Ciências (Biologia, Geologia, Química e Física). Do mesmo modo, todas as investigações relacionadas com as Tecnologias de Informação são unânimes em relação aos aspectos positivos da sua utilização em contexto educativo. A apresentação do IML (Interactive Microsope Laboratory), um protótipo em CD-ROM desenvolvido pela School of Education – University of Exeter (UK), constitui um exemplo de uma simulação informática de um microscópio com vista à sua posterior utilização no ensino das Ciências da Natureza/Biologia. A simulação não pretende ser uma alternativa nem uma imitação mas sim uma forma própria de promover uma representação do conhecimento. Serão apresentadas as principais vantagens e desvantagens das simulações assim como serão discutidas as suas abordagens pedagógicas.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos.
Apresentaram-se as principais características que devem orientar a atividade de pesquisa bibliográfica do estudante do ensino superior, tendo em conta a elaboração do trabalho final de curso. A reflexão foi orientada a partir da matriz de competências em Literacia da Informação proposta pela ALA e pretende potenciar o recurso à Biblioteca como fonte principal de pesquisa. A abordagem reflete também a fiabilidade e o utilitarismo presente nos conteúdos e na organização da biblioteca. A questão da utilização ética da informação é também apresentada e desenvolvida a par com a estratégia e os recursos.
Os conhecimentos genéricos que viabilizam a utilização das Novas Tecnologias da Comunicação e Informação (NTIC) na formação dos alunos e técnicos, bem como as razões que justificam essa utilização, são de natureza transversal e como tal aplicáveis em praticamente todas as disciplinas. Não obstante, as disciplinas que leccionamos (Extensão Florestal, Extensão Rural, Desenvolvimento Rural e Sociologia do Ambiente), contemplam o recurso a metodologias que, na sua essência, se fundamentam no processo de comunicação entre investigadores, técnicos e agricultores. Por esta ordem de ideias, revela-se bastante oportuna a inclusão, nos planos curriculares destas disciplinas, do estudo das NTIC e das condições e implicações da sua utilização, se bem que este deva ser feito segundo diferentes abordagens e diferentes objectivos. Relativamente a estes, somos de opinião que não devemos enveredar pelo estudo de especificações técnicas das NTIC, no sentido de dar a conhecer como funcionam nem como se estruturam as redes e os protocolos utilizados. Os objectivos devem centrar-se na óptica do utilizador das NTIC, que para uma utilização eficiente, apenas deve ter conhecimento das suas potencialidades. Neste âmbito, deve-se privilegiar o ensino das suas vantagens e limitações bem como o processo de adopção das NTIC e consequentes implicações, nomeadamente no que respeita a sociedade em geral, ao mundo agrícola e ao mundo rural.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos apresentada à Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Comunicação proferida no âmbito do Ciclo de Conferências do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior Agrária-Instituto Politécnico de Castelo Branco.
O objectivo de um sistema é o de oferecer informação clara sobre as consequências de optar por um trajecto ou uma direcção determinada, mas deixando os usuários decidir exactamente onde querem ir. O presente trabalho procura clarificar sobre a definição de sistema pictográfico, a forma como se organiza e o modo como evoluiu, tendo em conta a sua finalidade.