Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for informação and 15,959 records were found.

A evolução das tecnologias da informação e da comunicação (Tic) imprimiu uma dinâmica de transformação na educação e na escola pública. A utilização indiscriminada do computador pessoal inundou as nossas escolas de trabalhos do tipo “selecionar tudo, copiar e colar”. A escola pública contribui para atenuar a exclusão digital, porém a formação dos professores nestas matérias deve ser considerada prioritária, já que as Tic na educação, bem como a informação por elas disponibilizada, correspondem à descoberta de uma nova dimensão pedagógica. O artigo defende que o fracasso da escola só pode ser combatido promovendo o êxito do professor. Enfatiza que, na atual conjuntura, não basta para o que já se fez, mas urge estabelecer as metas do que ainda está por fazer. Sobretudo relevando que, hoje, a questão da educação não é mais um problema teórico mas, sobretudo, um problema prático e de práticas. A proposta resulta num desafio à capacidade dos professores e das escolas em saberem ultrapassar iliteracia digital, que as condena, e construírem uma escola que se assuma como uma comunidade de aprendentes, promovendo a livre circulação dos saberes, que deverá coincidir com a desvalorização dos tecnocratas da educação e com o progressivo “regresso” dos pedagogos.
Sistemas de informação em saúde
Dissertação apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica - Recursos Agro-Florestais e Ambientais.
Descrição baseada em: Vol. 20, nº 1 (Jan-Dez 1996)
Descrição baseada em: Vol. 20, nº 1 (Jan-Dez 1996)
Descrição baseada em: Vol. 20, nº 1 (Jan-Dez 1996)
O atual avanço tecnológico torna necessária uma aproximação entre todas as instituições sociais e, neste contexto, o profissional de secretariado deve saber utilizar os meios tecnológicos/digitais para poder produzir e difundir informação com qualidade e clareza. As Tecnologias de Informação e Comunicação pretendem constituir-se como um conjunto de intervenções favoráveis à aquisição de competências científicas, pedagógicas e técnicas neste domínio e, por esta via, um espaço dedicado ao estudo, à reflexão e à crítica como componentes essenciais de formação e desenvolvimento pessoal, indispensáveis à vida profissional. No momento em que se comemoram 20 anos do curso de Secretariado da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco, ainda que sob diversas denominações, pretende-se com o presente trabalho retratar a evolução do perfil do profissional de secretariado tendo por base a influência das Tecnologias da Informação e Comunicação, assim como fazer uma breve resenha acerca das competências que o profissional desta área deve adquirir ao nível das Tecnologias da Informação e Comunicação. É ainda feito um estudo de caso da utilização do software Simple Concordance Program na elaboração do estudo de concordância do discurso de tomada de posse do atual Presidente da República.
Informação aos familiares
Contém referências bibliográficas
Documentação e informação
Documentação e informação
Processamento de informação
Dissertação apresentada à Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos, realizada sob a orientação científica do Professor Doutor Filipe Miguel Bispo Fidalgo, do Instituto Politécnico de Castelo Branco e da coorientação científica do Professor Doutor Rogério Pais Dionísio, Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sistemas de Informação Geográfica – Recursos Agro-Florestais e Ambientais.
Contém referências bibliográficas
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciências da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciências da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciências da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Relatório de Estágio Profissional apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Música - Formação Musical e Música de Conjunto.
Integração em sistemas de informação geográfica da cartografia da SCN 10k como informação de base para os instrumentos de gestão territorial
Actualmente com o desenvolvimento das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) abriram-se novos caminhos para o ensino das Ciências, permitindo desenvolver novas técnicas de ensino bem como melhorar as antigas. Com vista a permitir um melhor ensino e aprendizagem da Química e da Bioquímica, pretende-se recorrer às novas TIC como suporte às aulas “tradicionais”. Com este trabalho pretende-se conseguir uma melhor transmissão de conhecimentos, bem como uma melhor avaliação dos mesmos, apoiando-nos nas tecnologias e aplicações emergente, tais como os “Campus Virtuais”, os programas de ensino e avaliação on-line (E-learning), os quadros interactivos, cuja utilização não fica restrita à sala de aula nem ao horário da unidade curricular. São apresentados e analisados alguns trabalhos realizados dentro desta temática, tentando-se no geral realizar um estudo globalizador desta realidade, envolvendo diferentes conhecimentos. Neste sentido, foram descritos os trabalhos, focando todas as etapas desde a concepção à execução de conteúdos multimédia para apoio à docência até à sua implementação dentro e fora da sala de aula por intermédio dos quadros interactivos e das plataformas de e-learning. No desenvolvimento destes recursos, foram utilizados diversos programas informáticos, desde programas de visualização de moléculas a programas que geram testes de avaliação e monitorizam a evolução dos alunos seguindo-se a inclusão destes conteúdos numa plataforma electrónica de ensino ou a sua utilização em sala de aula através dos quadros interactivos, criando ferramentas bastante completas para o ensino da Química e da Bioquímica. Ao longo deste trabalho foi-se adquirido a experiência necessária para a elaboração das ferramentas mais adequadas a este tipo de ensino, tendo sido recolhida informação suficiente para poder avaliar, através de testes estatísticos, que houve uma contribuição significativa das novas TIC no ensino destas unidades curriculares, de cariz extremamente prático.
Actualmente com o desenvolvimento das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) abriram-se novos caminhos para o ensino das Ciências, permitindo desenvolver novas técnicas de ensino bem como melhorar as antigas. Com vista a permitir um melhor ensino e aprendizagem da Química e da Bioquímica, pretende-se recorrer às novas TIC como suporte às aulas “tradicionais”. Com este trabalho pretende-se conseguir uma melhor transmissão de conhecimentos, bem como uma melhor avaliação dos mesmos, apoiando-nos nas tecnologias e aplicações emergente, tais como os “Campus Virtuais”, os programas de ensino e avaliação on-line (E-learning), os quadros interactivos, cuja utilização não fica restrita à sala de aula nem ao horário da unidade curricular. São apresentados e analisados alguns trabalhos realizados dentro desta temática, tentando-se no geral realizar um estudo globalizador desta realidade, envolvendo diferentes conhecimentos. Neste sentido, foram descritos os trabalhos, focando todas as etapas desde a concepção à execução de conteúdos multimédia para apoio à docência até à sua implementação dentro e fora da sala de aula por intermédio dos quadros interactivos e das plataformas de e-learning. No desenvolvimento destes recursos, foram utilizados diversos programas informáticos, desde programas de visualização de moléculas a programas que geram testes de avaliação e monitorizam a evolução dos alunos seguindo-se a inclusão destes conteúdos numa plataforma electrónica de ensino ou a sua utilização em sala de aula através dos quadros interactivos, criando ferramentas bastante completas para o ensino da Química e da Bioquímica. Ao longo deste trabalho foi-se adquirido a experiência necessária para a elaboração das ferramentas mais adequadas a este tipo de ensino, tendo sido recolhida informação suficiente para poder avaliar, através de testes estatísticos, que houve uma contribuição significativa das novas TIC no ensino destas unidades curriculares, de cariz extremamente prático.
Bibliografia : f. 43
Documentação e informação
Bibliografia f . 56
Sistema de informação
Informação de saúde
Redes de informação
Dissertação apresentada ao Instituto Superior de Agronomia - UTL, para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia da Rega e dos Recursos Agrícolas.
Sistemas de Informação Geográfica (SIG/GIS) : planeamento do solo e gestão ambiental.
Apesar de ser cada vez maior a acessibilidade às TIC e de haver cada vez mais um maior número de dispositivos digitais a sua utilização tem estado confinada, principalmente, aos mais jovens e aos cidadãos que apresentam níveis superiores de literacia. Quer isto dizer, que na presente sociedade da informação, há uma «fractura digital» que engloba ainda um número significativo de cidadãos: mulheres, desempregados, cidadãos com baixos índices de literacia e os idosos. Estamos conscientes que o mundo se encontra num processo de envelhecimento e, como consequência, esta faixa de cidadãos será cada vez mais numerosa tornam os idosos como um grupo prioritário no sentido de se promoverem acções que permitam a sua info-inclusão. A presente comunicação tem como objectivo alertar para a necessidade de se tomarem iniciativas que visem a formação dos idosos em TIC para que esta sociedade da informação seja, realmente, info-inclusiva.
Bibliografia : f. 51
Contém referências bibliográficas
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação
Ciência da documentação e informação