Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for informação and 6,307 records were found.

Análise exaustiva de toda a informação que é tratada na gestão de uma ganaderia de toiros de lide. Esta informação foi organizada em grupos (entidades/tabelas) de modo a poder conceber o desenho do fluxo dessa informação entre as várias entidades. Após o desenho global do projecto da gestão da informação de uma ganadeira de toiros de lide, foi desenvolvida uma aplicação, utilizando o Microsoft Access, que permite realizar essa mesma gestão. Esta aplicação permite acompanhar os animais da ganaderia, desde o seu nascimento até à morte, mantendo a informação de todo o seu percurso. Por fim, a aplicação permite que toda a informação de cada animal fique guardada, de modo a que todo o histórico da ganaderia seja acessível através da aplicação. O objectivo principal desta aplicação é facilitar, ao gestor, a escolha dos reprodutores de modo a alcançar a bravura desejada para os animais da sua ganaderia; permitir aceder à informação de uma maneira mais rápida e sistemática que na gestão pré-informatizada; obter a documentação, em suporte físico, mais organizada, tornando a sua consulta posterior mais fácil e clara.
A modelação e a padronização dos incêndios com recurso aos sistemas de informação geográfica, constituem uma ferramenta de apoio à decisão no planeamento e localização de acções de prevenção e supressão de incêndios. A metodologia utilizada assenta num estudo do histórico de incêndios, no diagnóstico de condicionantes na definição de soluções e identificação de oportunidades de supressão.
Neste trabalho foi desenvolvida uma aplicação na área dos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para apoio à exploração e gestão do Aproveitamento Hidroagrícola de Idanha-a-Nova (GestRegaSIG), baseada em conjuntos e serviços de dados geográficos. Esta aplicação permite o acesso, fácil e personalizado, a toda a informação gráfica e alfanumérica relativa ao aproveitamento, nas componentes de visualização, consulta, edição e produção de mapas e relatórios.
Este estudo tem como objectivo a aplicação de uma metodologia para a delimitação da REN do concelho de Nisa, baseada em Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e sua comparação com a REN legalmente aprovada.
Os Parques Eólicos foram uma das tipologias de projecto, constante das Listas Positivas do DL 69/2000 de 3 de Maio, que mais têm sido sujeitos ao procedimento de Avaliação de Impacte Ambiental, quer pelo aumento do número deste tipo de infra-estruturas, quer pelas localizações maioritariamente em zonas protegidas. Os maiores impactes decorrentes deste tipo de projecto verificam-se no descritor Paisagem, no entanto, os impactes visuais nem sempre foram estudados de forma adequada. A construção de perfis visuais e simulações visuais é ainda uma técnica pouco utilizada nos Estudo de Impacte Ambiental destas tipologias. Assim, foi desenvolvida uma metodologia de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), para a construção de bacias de visão e permitir a análise do impacte visual. Neste estudo foi analisado o impacte visual dos aerogeradores de um Parque Eólico nas localidades limítrofes. A aplicação desta metodologia em SIG necessita da seguinte informação geográfica base: altimetria, toponímia e localização dos aerogeradores. A análise das bacias de visão, utilizando a tecnologia SIG, é um processo eficiente na avaliação do impacte visual de infra-estruturas com efeito negativo sobre a paisagem.
Relatório de Estágio do curso de Engenharia de Produção Florestal, apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Existe um consenso generalizado acerca da importância que o ensino experimental tem no processo de ensino aprendizagem nas disciplinas de Ciências (Biologia, Geologia, Química e Física). Do mesmo modo, todas as investigações relacionadas com as Tecnologias de Informação são unânimes em relação aos aspectos positivos da sua utilização em contexto educativo. A apresentação do IML (Interactive Microsope Laboratory), um protótipo em CD-ROM desenvolvido pela School of Education – University of Exeter (UK), constitui um exemplo de uma simulação informática de um microscópio com vista à sua posterior utilização no ensino das Ciências da Natureza/Biologia. A simulação não pretende ser uma alternativa nem uma imitação mas sim uma forma própria de promover uma representação do conhecimento. Serão apresentadas as principais vantagens e desvantagens das simulações assim como serão discutidas as suas abordagens pedagógicas.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos.
Dissertação apresentada ao Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos.
Apresentaram-se as principais características que devem orientar a atividade de pesquisa bibliográfica do estudante do ensino superior, tendo em conta a elaboração do trabalho final de curso. A reflexão foi orientada a partir da matriz de competências em Literacia da Informação proposta pela ALA e pretende potenciar o recurso à Biblioteca como fonte principal de pesquisa. A abordagem reflete também a fiabilidade e o utilitarismo presente nos conteúdos e na organização da biblioteca. A questão da utilização ética da informação é também apresentada e desenvolvida a par com a estratégia e os recursos.
Os conhecimentos genéricos que viabilizam a utilização das Novas Tecnologias da Comunicação e Informação (NTIC) na formação dos alunos e técnicos, bem como as razões que justificam essa utilização, são de natureza transversal e como tal aplicáveis em praticamente todas as disciplinas. Não obstante, as disciplinas que leccionamos (Extensão Florestal, Extensão Rural, Desenvolvimento Rural e Sociologia do Ambiente), contemplam o recurso a metodologias que, na sua essência, se fundamentam no processo de comunicação entre investigadores, técnicos e agricultores. Por esta ordem de ideias, revela-se bastante oportuna a inclusão, nos planos curriculares destas disciplinas, do estudo das NTIC e das condições e implicações da sua utilização, se bem que este deva ser feito segundo diferentes abordagens e diferentes objectivos. Relativamente a estes, somos de opinião que não devemos enveredar pelo estudo de especificações técnicas das NTIC, no sentido de dar a conhecer como funcionam nem como se estruturam as redes e os protocolos utilizados. Os objectivos devem centrar-se na óptica do utilizador das NTIC, que para uma utilização eficiente, apenas deve ter conhecimento das suas potencialidades. Neste âmbito, deve-se privilegiar o ensino das suas vantagens e limitações bem como o processo de adopção das NTIC e consequentes implicações, nomeadamente no que respeita a sociedade em geral, ao mundo agrícola e ao mundo rural.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Dissertação de Mestrado em Design Gráfico apresentada à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco e à Faculdade Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Design Gráfico.
Descrição baseada em: Ano I, Nº 2 (Maio / Jun. 1997)
Descrição baseada em: Vol. 16, nº 1 (Jan./Jun. 1992)
Descrição baseada em: Ano 11, nº 53 (Jan. 2000)
Descrição baseada em: Nº 27 (2002)
Descrição baseada em: Ano 35 (Nov. 2009)
Descrição baseada em: Nº 12 (Janeiro 2000)
Descrição baseada em: Ano 8, nº 42 (Out. 1997)
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Agrícola.
Relatório de Estágio apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico.
Comunicação proferida no âmbito do Ciclo de Conferências do Conselho Técnico-Científico da Escola Superior Agrária-Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia de Ordenamento dos Recursos Naturais apresentado à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento de Software e Sistemas Interactivos apresentada à Escola Superior de Tecnologia do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
O objectivo de um sistema é o de oferecer informação clara sobre as consequências de optar por um trajecto ou uma direcção determinada, mas deixando os usuários decidir exactamente onde querem ir. O presente trabalho procura clarificar sobre a definição de sistema pictográfico, a forma como se organiza e o modo como evoluiu, tendo em conta a sua finalidade.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso em Design de Comunicação e Produção Audiovisual apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Dissertação de Mestrado apresentada à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Design de Comunicação e Produção Audiovisual apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Florestal.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia Florestal.
Dissertação apresentada à Universidade de Aveiro para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Design, Materiais e Gestão de Produto
Os computadores constituem ferramentas de auxílio à aprendizagem. Os jovens cada vez mais confecionam os seus proprios programas informáticos manipulando e aplicando em contextos do “aprender”. Uma nova aprendizagem surge com esta nova tecnologia da comunicação e informação, de grande utilidade no conhecimento escolar. É necessário ensinar a processar a informação e a aplicá-la nos contextos de utilidade para o educando. A renovação da escola passa pelo uso adequado do computador no contexto de sala de aula, promovendo um novo tipo de aprendizagem: a eletronica e a digital.
Descriçäo baseada em: Nº 5 (Jan./Mar. 1999)-
Atualmente Portugal, é um dos países mais envelhecidos da Europa representando as pessoas idosas 19% do total da população. Existe um vasto campo de investigação e reflexão sobre as políticas públicas para este setor, tendo em vista não só a resolução de problemas, mas também o desenvolvimento de políticas públicas de envelhecimento ativo num contexto de maior respeito da população idosa e segundo um novo paradigma de intervenção com maiores oportunidades de educação, participação social e bem-estar. Neste contexto, surge este projeto de investigação de doutoramento em Política Social, que pretende identificar os fatores socioculturais que influenciam a escolha na aprendizagem das Tecnologias de Informação e comunicação (TIC), no âmbito em que se inscreve a formação ao longo da vida. O envelhecimento é consequência da nossa base filogenética, da nossa hereditariedade, do meio físico, social, cultural, político, económico e tecnológico de uma sociedade. Porém, observa-se uma grande heterogeneidade entre as pessoas, ao nível do seu processo de envelhecimento, e a própria dimensão do envelhecimento da população mundial desencadeia uma consciência inquietante da necessidade de se intervir junto da população, colocando o envelhecimento como macrotendência e como problema social que a sociedade e o Estado têm de enfrentar nos próximos anos. A Sociedade da Informação e do Conhecimento, definiu novas possibilidades e limites para as pessoas idosas, com a introdução das TIC mudou de acesso à produção de conhecimento. A utilização do computador e da Internet tornou-se, não só num imperativo dos sistemas ensino-aprendizagem, como condição de inclusão de todos os cidadãos. A formação ao longo da vida ou aprendizagem ao longo da vida (ALV) em combinação com as abordagens propostas pelas políticas de educação de adultos podem ser ampliadas e mais bem-sucedidas através de um contexto digital com as TIC. Todos estes desafios não podem ser enfrentados apenas pelo Estado Social, exigindo uma ressocialização das sociedades civis, sendo necessário investir em políticas públicas de educação mais ativas no campo da qualificação do capital humano, e promover ações de empowerment, que intensifiquem a capacitação resiliente da população idosa.
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Artes Aplicadas, do Instituto Politécnico de Castelo Branco, em associação com a Faculdade de Arquitectura, da Universidade Técnica de Lisboa para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Design Gráfico.
As áreas com risco de erosão hídrica do solo são as que, devido às combinações das características da topografia, do solo, do coberto vegetal, estão potencialmente sujeitas a uma taxa perda de solo, por acção conjunta da chuva e do escoamento superficial, que excede a taxa de formação do solo. A erosão hídrica e o escoamento superficial são processos complexos e dependem de uma multiplicidade de factores que variam no tempo e no espaço. As áreas com elevado risco de erosão hídrica do solo constituem uma tipologia que integra a da Reserva Ecológica Nacional (REN). O objectivo do estudo foi delimitar as áreas com risco de erosão hídrica do solo com vista à sua integração na REN do Município de Mêda. A metodologia deste estudo baseia-se na aplicação do modelo da Equação Universal de Perda de Solo (EUPS) e na modelação espacial da erosão hídrica através de Sistemas de Informação Geográfica (SIG). A EUPS tem em consideração os seguintes factores: topográfico, erodibilidade do solo, erosividade da precipitação, cobertura do solo e respectivas práticas culturais. Os processos de modelação geográfica foram desenvolvidos sobre os seguintes dados geográficos: altimetria e hidrografia da Carta Militar de Portugal (Instituto Geográfico do Exército), manchas de solos da Carta de Solos do Nordeste Transmontano (Universidade de Trás os Montes e Alto Douro), ocupação de solo (Instituto Geográfico Português) e estações meteorológicas (Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos). Os SIG permitiram a integração e sobreposição dos diferentes níveis de informação de forma a calcular através de álgebra de mapas o mapa de erosão hídrica do solo. Na REN foram integradas as zonas que apresentam um risco elevado de erosão. As áreas de elevado risco de erosão hídrica do solo ocupam 7934 ha e representam 28% da superfície do município.