Type

Data source

Date

Thumbnail

Search results

You search for oxford and 44 records were found.

OBJECTIVOS: Adaptar cultural e linguisticamente o OKS e avaliar as propriedades psicométricas. RELEVÂNCIA: Necessidade de um questionário simples e validado que permita perceber a opinião do paciente e identificar factores que influenciam os resultados da colocação de prótese no joelho. AMOSTRA: 30 indivíduos adultos com prótese total no joelho. METADOLOGIA: A adaptação cultural e linguística incluiu traduções, retroversões, revisão pelo painel de peritos e pré-teste. A versão portuguesa do OKS foi então administrada em duas ocasiões separadas com um intervalo de 2 a 4 dias. Na primeira ocasião, foi ainda administrado o Medical Outcome Study-Item Short Form Health (MOS SF-36), o Knee Injury and Osteoartritis Outcome Score (KOOS), a escala Visual Análoga (EVA) e um questionário de dados sócio-demográficos e clínicos. ANÁLISE ESTATÍSTICA: Foram utilizados o coeficiente de alfa de Cronbach (coerência interna), a correlação de Spearman (Reprodutibilidade teste-reteste), as percentagens dos efeitos de chão e tecto (validade de conteúdo), o teste de Mann-Whitney do OKS com outras variáveis clínicas (validade de construção), e o coeficiente r de Spearman do OKS com o MOS SF-36 e com o KOOS (validade de critério). RESULTADOS/DISCUSSÃO: A versão portuguesa revelou equivalência conceptual e semântica. A Coerência interna foi elevada (a=0,903), assim como a reprodutibilidade teste-reteste (r=0,951). Não foi detectado efeito chão, nem efeito tecto. A validade de construção foi evidenciada através da correlação do OKS com a intensidade da dor no joelho (r=0,605), a incapacidade por causa do joelho (r=0,570), de desconforto a caminhar (r=0,544) e duração da prótese total no joelho (r=-0,408). A validade de critério foi demonstrada através da correlação negativa com quase todas as dimensões do MOS SF-36 e com o KOOS. CONCLUSÃO: A versão portuguesa do OKS é conceptual e semanticamente equivalente à original e exibe propriedades psicométricas apropriadas.
Relatório do Trabalho de Fim de Curso de Engenharia das Ciências Agrárias – Ramo Animal.
Realizou-se o estudo de dois transectos de 2 km localizados numa área a Oeste de Évora, em áreas de montados de sobro e azinho. Em cada transecto efectuaram-se 6 visitas, correspondendo a um total de 24 censos. Os dados foram coligidos entre 17 de Abril e 19 de Junho de 1999. Os censos foram realizados segundo o método dos transectos lineares com distância variável. Calculou-se o IKA médio para cada espécie. A riqueza específica de aves obtida para o período de estudo foi de 48 espécies, 36 das quais são passeriformes.
O pensamento médico europeu acerca das epidemias – desde a oposição limpo/sujo, à poluição, à malaria, aos seminariae pestíferos até à microbiologia do séc. XIX – esteve sempre dominado pelas figuras do miasma, do asqueroso, do excremento, do imundo, do corrupto, do contágio. Adoptando genericamente o quadro teórico foucaultiano, investigamos aspectos da epistemologia histórica e da ética da Saúde Pública. Focamos, sucintamente, o Sanatório como paradigma da história recente da gestão pública da tuberculose (TB) em Portugal e (ainda mais esquematicamente), discutimos, em paralelo, os problemas epistémicos, técnicos e éticos suscitados pelos perigos de uma pandemia de gripe. Abordamos o estatuto da disjunção contágio/transmissão, os sistemas de inclusão e de exclusão, as diferenças entre incerteza, risco, perigo, precaução e prevenção. Tematizamos o poder disciplinar, a reificação, a indiferenciação, a biopolítica. Propomo-nos dar um contributo para o debate público em torno de uma Ética da precaução, mostrando que a pragmática da Saúde Pública não deixa de convocar, a vários níveis, as velhas categorias doethos médico, entre elas, a catarse, a crise e o kairos.
A presente comunicação tem como principais objectivos promover a discussão acerca das potencialidades educativas dos documentos em formato «hipermédia. Neste contesto é também discutido o problema relacionado com a subcarga cognitiva na navegação digital. È também propósito nesta comunicação apresentarem-se propostas acerca da grelhas de avaliação páginas Web.
O presente trabalho encontra-se dividido em duas partes. A primeira parte diz respeito ao estágio profissional com realização no âmbito da unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada e a segunda parte aborda o trabalho de investigação desenvolvido na unidade curricular do Projeto de Ensino Artístico. Na primeira parte é feita a caracterização da escola e dos alunos, contendo também as planificações e os relatórios de aula. Na segunda parte é apresentado o trabalho de investigação com o tema “O repertório para clarinete no último ano do curso complementar: criação de ferramentas e metodologias para a prática de estudo” onde se abordou a falta de suporte para a prática de estudo de um aluno do último ano do curso complementar. Os resultados da investigação apontam para a conclusão de que merece a pena especificar várias técnicas e estratégias e aplica-las a obras, servindo assim de ferramenta importante para o estudo das mesmas. Com o cuidado de validar o melhor possível as sugestões de exercícios aplicáveis nas obras escolhidas como alvo ou representativas, foram feitos dois tipos de investigação sendo, uma abordagem empírica, que foi crucial quer para o esclarecimento da falta de suporte para o estudo das peças musicais quer para validar os exercícios propostos. Assim como um estudo do caso onde foram aplicadas essas mesmas sugestões onde não foram impostas durante a observação direta, mas propostas pela aluna que integrava a amostra do estudo. Através de várias visões de diversos autores da pesquisa na área da prática de estudo, foi esclarecedor de que este tema cada vez mais é importante como leitura quer de alunos, professores e músicos profissionais. Como complemento aos exercícios propostos, de forma a ampliar as ferramentas para a prática das obras propostas, a contextualização história das mesmas obras permite um suporte mais abrangente sobretudo no que diz respeito às ideias orientadoras para perceber melhor o caráter e o tipo de som adequado a cada obra.
Estamos numa sociedade que avança a traços largos para o conhecimento, a aprendizagem pelas imagens, para as novas tecnologias e para uma nova forma de comunicação e de relações (sociais). Neste contexto a ‘informação’ é uma finalidade. Será que as instituições de ensino superior se adaptam a este novo contexto? Conservamos a cultura e criticamos a sociedade? A universidade vem desde o séc. XII e progressivamente se colocou mais a favor da ‘razão’ do que do dogma, mais a favor do saber (es) científico (s) (conhecimento empírico) do que do saber vulgar, mais a favor da liberdade do que da exclusão e dos estigmas sociais. Esta tendência democrática, que se gerou no ambiente universitário é uma das suas características fundamentais, tendo promovido, em algumas épocas, situações, movimentos de contra-corrente, conflitos, etc. O âmbito das instituições superiores é supra-nacional, retendo o passado, mas projectando o futuro, de tal modo que muitas vezes criticamos o seu conservadorismo ao nível estrutural e burocrático, incluindo o de pensamento. A responsabilidade actual das instituições de ensino superior é tripla. Uma responsabilidade regional, nacional e internacional, que pressupõe políticas (sociais, democráticas e culturais) de interesse para a educação ao longo da vida. Vários estudos apontam para que as universidades e as instituições de ensino superior sigam políticas adequadas aos problemas políticos, financeiros e de organização que atravessam (James Duderstadt, W. G. Bower, H. T. Shapiro, R. Levin, Derek Bok). De facto, assistimos a relações polémicas ou difíceis entre aquelas instituições de ensino superior e o poder político. Pretendemos apontar alguns cenários que emergem dessa relação, por vezes conflituosa, entre as universidades e a política, principalmente ao nível organizacional (estrutura das instituições), das funções (objectivos multidimensionais), do financiamento, da limitação dos recursos (isomorfismo)), da gestão, da avaliação dos resultados e da qualidade de ensino.
A presente reflexão centra-se nas décadas em que se deu a transição do design baseado na composição tipográfica em metal para o design baseado nos processos digitais (1950 a 1980). Sustentado em investigação bibliográfica, em testemunhos privilegiados e na observação directa de objectos impressos da época, este estudo revela que se tratou de um período tecnologicamente bastante rico, em que os processos não estavam completamente estabilizados (porque em constante mudança). Tal facto reflectia-se, por vezes, em oscilações na qualidade dos impressos e em condicionantes para o trabalho do designer. Não obstante tais condicionantes, esta foi a época em que a profissão de designer gráfico se afirmou e adquiriu os contornos actuais. Para se perceber melhor alguns aspectos, o trabalho de Sebastião Rodrigues serviu para ilustrar o processo de design deste período.
O estudo da população do Império Português conta com um vasto corpus de dados estatísticos, desde meados do século xviii. No entanto, estas fontes revelam uma grande diversidade de conteúdos, devido à organização de dados e a realidades sociais diferentes. Esta circunstância pressupõe a necessidade de se proceder a uma análise muito cuidadosa da qualidade das fontes, antes de identificar e reconstruir os principais indicadores emográficos da população colonial. É nosso objetivo proceder, de forma exploratória, a uma crítica interna das fontes e analisar, sempre que possível, a qualidade dos dados através de métodos testados, em mapas de 1804 de Goa, Angola e Paraíba do Norte (Brasil).
The Vila Nova pluton is a small, Pre-Variscan granitic body that intruded rocks of the Central Iberian Zone near the contact with the Ossa Morena Zone and is affected by several shear zones and faults. Its contact metamorphic aureole is constituted by micaschist with porphyroblasts in the outer zone and hornfels in the inner zone. Small metasedimentar xenoliths are dispersed all over the body. The pluton has a great mineralogical heterogeneity with pronounced variations in muscovite/biotite and plagioclase/ microcline contents and is classified as granite, granodiorite or tonalite. It is a leucogranite, highly peraluminous (A/CNK = 1.31 – 1.64), magnesian and calc-alkaline to alkaline-calcic. The variation diagrams show curvilinear trends with silica. Eu/Eu* = 0.47 – 0.77 and there is a slight enrichment in LREE relative to HREE. The normalized diagrams indicated dominantly crustal granite, related to subduction. U-Pb isotopic data of zircon and monazite gives 540-542 Ma age.
Este trabalho teve o apoio do Instituto de Psicologia Cognitiva, Desenvolvimento Vocacional e Social da Universidade de Coimbra, Unidade I&D financiada pela FCT.
O presente artigo descreve e analisa um estudo realizado no contexto da prática pedagógica em educação pré-escolar e ensino do 1º ciclo do ensino básico e que teve como base metodológica os princípios da investigação-ação. A problemática subjacente à realização do estudo relaciona-se com a contributo dos mapas conceptuais na organização e aprofundamento das aprendizagens das crianças, pretendendo identificar as vantagens e os constrangimentos na utilização desta ferramenta cognitiva. As evidências obtidas apontam para a importância da utilização dos mapas conceptuais junto das crianças da amostra pois a sua utilização permitiu que clarificassem e organizassem os seus conhecimentos, desenvolvendo estratégias de representação/visualização da organização estrutural dos conceitos, quer a nível individual, quer em grupo de pares. Por sua vez, através da metodologia de investigação-ação e das técnicas de recolha de dados utilizadas foi possível aferir, com algum rigor, os resultados obtidos, permitindo a implementação de um ciclo de planificações e reflexões promotoras de ajustamentos na intervenção pedagógica. Destacamos, ainda, o facto de, fora do contexto das intervenções investigativas, as crianças terem tido a iniciativa de construir mapas conceptuais como um recurso de sistematização e consolidação da informação, indiciando a interiorização e a generalização da sua utilização a outros conteúdos e situações.
Hoje em dia a violência e a indisciplina adquiriu níveis de preocupação social e para os agentes educativos. A segurança nas escolas e a promoção de relações de convivência (socialização) constituem condições essenciais para a qualidade da educação/formação e para a promoção da educação para a cidadania. O autor aborda em três pontos a temática da indisciplina escolar. Enquanto, no primeiro ponto, se refere a fenomenologia da indisciplina/violência, no contexto escolar, no segundo ponto analisa os modos de prevenção e de construção da disciplina na sala de aula. Por último, propõe um programa educativo de intervenção com estratégias e procedimentos práticos para a sala de aula.
Design foto/tipo/gráfico é uma representação que surge da relação entre o design gráfico, a Fotografia e a Tipografia —deriva do conceito de Design Foto/Gráfico, criado por Allen Hurlburt em 1985 e do conceito de tipofoto, criado por Laszló Moholy-Nagy, em 1925. ‘Foto/gráfica no es un término nuevo, sino una nueva mirada a una expresión que ingresó en el lenguaje hace aproximadamente ciento cincuenta años’ (Hurlburt, 1985, p. 9). A expressão design foto/gráfico foi usada pela primeira vez por John Herschel (1792–1871) para descrever um processo inventado por William Henry Fox Talbot (1800–77). Esta expressão surgiu da combinação de duas palavras gregas: pothós, que significa ‘luz’, e grapho, que significa ‘desenho’ (Hurlburt, 1985). A invenção deste processo fotográfico deu origem a transformações profundas na comunicação gráfica e visual da época. Tipofoto é um conceito definido por Moholy-Nagy como ‘la información representada visualmente de la manera más precisa’, que surge da junção das palavras Tipografia e Fotografia -Tipografia é ‘una información traducida a caracteres de impresión’ e Fotografia é ‘la representación visual de lo ópticamente perceptible’ (1985). Existe uma relação muito próxima entre o conceito de design foto/gráfico e o conceito de tipofoto, uma vez que ambos exploram a relação texto-imagem. Tendo em conta o que é e para que serve o design, importa referir que o objectivo máximo é sempre a comunicação de uma determinada mensagem. As possibilidades de combinar, relacionar e enquadrar texto e imagem são infinitas. O design foto/tipo/gráfico surge como uma disciplina que, fazendo uso do conhecimento profundo de várias áreas distintas, procura encontrar uma relação de equilíbrio entre a necessidade permanente de comunicação de uma imagem e a descodificação de mensagens complexas, considerando sempre o aspecto gráfico e visual. O processo de design envolve vários passos e é uma resposta condicionada por muitos factores, que deve ter em conta considerações pictóricas, tipográficas, relação das imagens entre si, entre outros. No seguimento, importa perceber que, muitas vezes, mesmo o objecto gráfico e visual mais simples é resultado de uma investigação frutífera. O design moderno foi fortemente influenciado pelos dadaístas e designers construtivistas, que exploraram, de forma exaustiva e inovadora, a relação imagem-texto, desde o uso excessivo de imagens; a sobreposição destas; a relação texto-imagem e texto-texto; a escala, etc. Um dos principais elementos de combinação de fotografias é o contraste: de tamanho, de valor (escuro-claro), de escala, de cores, de forma (horizontal vertical, altura largura), impacto, significado, mensagem visual, etc. Na procura constante de harmonia entre as imagens, faz sentido encontrar pontos de relação comuns, desde geométricos (alinhamentos e linhas paralelas), a pontos mais visuais (cor, contraste, entre outros), que vão reforçar a relação entre as imagens e contribuir para alcançar a coesão e a unidade do objecto gráfico.
Este relatório retrata a prática de ensino que foi desenvolvida durante o estágio realizado no âmbito da unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada, assim como o trabalho de investigação desenvolvido no âmbito da unidade curricular de Projeto do Ensino Artístico, relatório este dividido em duas partes. A primeira pare, referente à Prática de Ensino Supervisionada, onde é feita a caracterização da escola e dos alunos, apresentando planificações e relatórios de aula, apresentando também uma reflexão critica do trabalho realizado ao longo da referida prática. Apesar de ter uma boa base ser uma peça de extrema importância para o sucesso, no entanto esta é frequentemente efetuada de uma forma leviana o que leva, na maior parte das vezes, a pouca preparação por parte do aluno para a prática do instrumento. Com o intuito de tentar colmatar essa falha, na segunda parte, é apresentada a investigação com o título “A Importância do estudo base e a disciplina no estudo, como suporte para o sucesso e o bom trabalho.”, na qual foi dada acesso ao aluno, durante o terceiro período, a um conjunto de exercícios, que o preparam para prática instrumental, usando uma base em lopping o que faz que seja disciplinado na sua realização.
O presente relatório de estágio incide sobre a unidade curricular de Prática de Ensino Supervisionada, desenvolvida na Fundação Conservatório Regional de Gaia. É realizada uma contextualização do meio escolar e das classes de Violino e Classe de Conjunto do Conservatório, seguindo-se a descrição do desenrolar da prática em si, encerrando-se com uma reflexão sobre a mesma. Este relatório também incide sobre a unidade curricular de Projeto de Ensino Artístico, na qual foi desenvolvido um projeto cujo objetivo investigativo é verificar os eventuais efeitos da classe de conjunto Suzuki no desenvolvimento musical, social e pessoal dos alunos num contexto onde são combinadas aulas individuais e de conjunto. Foi realizada uma revisão literária, discutindo conceitos como a aprendizagem e a fluência musical sob o ponto de vista de Keith Swanwick, o Método Suzuki, a memorização e a imitação, a aprendizagem em conjunto e as relações sociais desta resultantes e o papel da ansiedade na performance. Assim, foi realizada uma investigação-ação que visava analisar os efeitos da classe de conjunto no desenvolvimento musical e sociopessoal dos alunos derivados de uma intervenção que consistiu em lecionar aulas individuais e de conjunto semanais. Neste sentido, recolheram-se dados de diversas fontes, através da observação direta, com registo de notas de campo, do preenchimento de grelhas de registo de níveis de competência e da realização de entrevistas, levantando as perceções dos alunos e encarregados de educação de alunos que frequentam ou não as aulas de conjunto. Seguidamente, foram retiradas as conclusões do estudo, que parecem apontar para a existência de benefícios no desenvolvimento das crianças, num ensino que conjugue aulas de conjunto e aulas individuais.
Este relatório incide sobre o estágio pedagógico desenvolvido no Conservatório Regional de Música de Vila Real, no âmbito do mestrado em ensino de música da Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco e, em particular, num projeto de investigação que pretendeu analisar as dinâmicas musicais, sociais e culturais potenciadas pela classe de conjunto de guitarras, em formato de ensemble, recentemente criada pelo investigador como complemento às aulas individuais de guitarra e que integrou sete alunos de guitarra do 1.º ao 5.º grau. Este estudo enquadrou-se teoricamente em conceitos fundamentais do ensino da música, relacionados com os contextos de aprendizagem musical e sobre os processos de desenvolvimento musical e instrumental, mas também em conceitos de aprendizagem e interação social e de construção de identidades musicais, que podem ser potenciadas pela participação no ensemble de guitarras. Este projeto de investigação-ação contemplou uma intervenção entre novembro de 2015 e junho de 2016, que incluiu aulas semanais de 90 min e seis concertos realizados em diferentes locais e contextos da cidade. Foram realizadas entrevistas a alunos, encarregados de educação e ao diretor pedagógico do conservatório, as quais foram analisadas e interpretadas em articulação com as notas recolhidas através da observação sistemática de todo o processo. Os resultados apontam para o reconhecimento pelos inquiridos do potencial formativo das dinâmicas musicais, sociais e culturais desencadeadas pelo ensemble de guitarras, em conjugação com as aprendizagens desenvolvidas nas aulas individuais de guitarra. Em particular, apontam para importantes aprendizagens realizadas entrepares e para a valorização da música como processo de partilha cultural e de construção de identidade musical.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com vista à obtenção do grau de Mestre em Actividade Física, na Especialidade de Gerontomotricidade.
Pretendem-se evidenciar os resultados de uma investigação levada a cabo em contexto da formação inicial de futuros professores de Matemática sobre o tema da Metacognição e das concepções de futuros professores sobre a Matemática, o seu ensino, a resolução de problemas e o seu perfil como resolvedores de problemas. Esta investigação envolveu a totalidade de alunos de uma turma de futuros professores de Matemática nos dois últimos anos do respectivo curso.
A Região de Turismo da Serra da Estrela (RTSE) dotada de impares condições paisagísticas, de recursos naturais únicos, repleta de cultura e historia, tornou-se uma região de lazer e de recreio muito apetecida. Observando o papel estratégico crucial que a actividade hoteleira detém na região e verificada a escassez de estudos de acompanhamento do desenvolvimento da actividade, visa a presente investigação contribuir para conhecer a realidade dos estabelecimentos hoteleiros de interesse para o turismo da RTSE. Deste modo pretende-se analisar os tipos de estratégias que estão a ser adoptadas nesta região, por este tipo de empresas, e identificar a existência (ou não) de grupos de empresas que prosseguem estratégias similares – grupos estratégicos. Para alcançar tais objectivos desenvolveu-se um estudo empírico, tendo por base as informações obtidas das análises estatísticas dos questionários realizados aos directores dos estabelecimentos hoteleiros de interesse para o turismo da RTSE. A análise dos componentes principais e a análise de clusters foram utilizadas na identificação dos grupos estratégicos. Os resultados das análises efectuadas permitiram concluir que os estabelecimentos hoteleiros seguem estratégias combinadas, em vez de uma estratégia específica. Foi possível detectar ainda a existência de diferentes grupos estratégicos, no qual utilizam estratégias competitivas similares. Deste processo resultou também, que as empresas pertencentes ao sector hoteleiro à semelhança das empresas de outros sectores, consideram que a estratégia assume um papel determinante para o sucesso da sua actividade.
O objectivo deste estudo foi medir o grau de orientação para o mercado dos maiores grupos hoteleiros de Portugal. Após uma breve explanação sobre a orientação para o mercado e o segmento hoteleiro em Portugal apresentou-se um estudo empírico realizado junto dos maiores 20 grupos de hotéis de Portugal, utilizando como instrumento de colecta de dados, a tradicional escala Markor (Market orientation) adaptada ao sector hoteleiro. Constatou-se nas organizações investigadas uma boa capacidade de geração de informações de mercado e resposta ao mercado. Porém os resultados obtidos com o constructo da disseminação de informações de mercado ficaram abaixo das expetactivas. Portanto, o desafio actual para as principais redes de hotéis de Portugal é propiciar a melhoria da disseminação interna das informações que os profissionais de marketing recolhem junto ao mercado.
In view of the importance of the hotel segment for the tourism and for the economy of countries such as Portugal, the objective of this study was to measure the level of orientation for the market of the largest hotel groups of Portugal. This investigation initially emphasized the importance of the marketing for the organizations, mainly the orientation for the market. After a brief explanation on the hotel segment in Portugal, an empirical study was presented, of quantitative, exploratory and traversal character, performed with the largest groups of 20 hotels of Portugal, using as an instrument of collection data, the traditional Markor scale (market orientation) adapted to the hotel sector. After analyzing the data, it was found in the investigated organizations that a good capacity to generate market information and response to the market, which formed two of the three constructs of Markor scale. However the results obtained with the construct of the dissemination of market information were below the expectations. It was possible to conclude that marketing professionals of the large hotel groups in Portugal are well oriented to the market, something not shared by other investigated departments of the hotels. So the current challenge for the main networks of hotels in Portugal is to improve the internal dissemination of information that marketing professionals gathered at the market.
O presente trabalho pretende abordar a importância da consciencialização técnica no estudo do Canto Lírico. Está estruturado em três momentos principais. O primeiro faz referência à revisão bibliográfica sobre o conceito de Canto: fisiologia e aplicações, assim como à informação existente sobre o conceito de talento. O segundo momento expõe a metodologia seleccionada, baseada nos ensaios de Robert A. Duke “Intelligent Music Teaching – Essays on the Core Principles of Effective Instruction” e na promoção da consciencialização das várias componentes técnicas essenciais à voz e à sua potencialização. Esta abordagem foi aplicada nas aulas individuais de canto de uma aluna, no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada. Por fim, no terceiro momento, serão analisados os resultados do trabalho realizado com a aluna assim como as respectivas conclusões.
O vestuário profissional, é constituído por várias definições, a mais fácil de entender será fardamento. Nos dias de hoje o fardamento é um elemento importante nas mais diversas funções e cargos. Através do fardamento, é possível promover uma determinada imagem e transmitir valores. Mas a principal função, será a de proteger o seu usuário, para que tal aconteça, o criação de fardamento requer inúmeros estudos a nível das características físicas do usuário e local de trabalho. Um fardamento bem concebido, permite um melhor desempenho das funções a que o usuário está destinado, assim como o pode proteger de situações e perigos adversos. A Celtejo é uma empresa com quase 50 anos de conhecimento e experiência na produção de pasta de papel, encontrando-se na vanguarda tecnológica sendo reconhecida internacionalmente pela superior qualidade dos seus produtos. A empresa pretende a inovação do seu fardamento, e a possibilidade de proporcionar, melhor qualidade de trabalho aos seus colaboradores. Para que tal aconteça no presente estudo, a mestranda analisa diversas áreas associadas à criação de fardamento. O foco principal foi a Ergonomia e a Antropometria associadas à criação de vestuário, são áreas presentes no design, e que cada vez mais, são pontos de estudo nas mais diversas áreas. Foi importante para o projeto conhecer as instalações da Celtejo, ouvir opiniões, e identificar problemas. A realização de um inquérito aos colaboradores, permitiu também analisar outros pontos, a melhorar. Após os estudos feitos, iniciou-se a criação da proposta de fardamento, de forma a dar resposta ás necessidades apresentadas. Mantendo a imagem corporativa, são apresentadas peças, com características funcionais, com maior conforto, e que permitem aos seus usuários uma maior proteção.
Os modelos de avaliação (‘accountability’ – prestação de contas, ‘assessment’, ‘appraisal’, ‘self-evaluation’) conjugam no seu processo de aplicação alguns elementos relacionados com o contexto, com o ambiente cultural, com os procedimentos e resultados. Avaliar as universidades implica conhecer a sua natureza e configuração, a sua funcionalidade e especialização, enquanto instituições de ensino superior, enraizadas numa determinada região ou país. O autor pretende neste artigo, por um lado, analisar o cenário das experiências de avaliação e de (auto) análise institucional nas universidades (cenário na Europa) e, por outro lado, reflectir sobre a implementação da avaliação institucional, da aprendizagem organizacional e da relação entre estes dois conceitos, já que constitui ambos uma variável determinante para a gestão das universidades e/ou instituições de ensino.
O papel da música na aprendizagem tem sido um dos principais interesses em recentes investigações e existe um elevado grau de vantagens, por estas enunciadas, no que refere ao desenvolvimento das crianças, tanto a nível cognitivo como a nível do desenvolvimento pessoal, social e académico. Estudos neurológicos direcionam os efeitos da música para a sua dimensão espacial. A importância da agilidade que a música proporciona, ao nosso cérebro e ao nosso corpo, guia-nos para o seu sentido abstrato, pondo em perspetiva diferentes orientações: visual, auditiva e sinestésica. Sobre o estudo da música a pessoas Deficientes Auditivas, e dada a escassez de estudos sobre a relação da música e a Deficiência Auditiva em Portugal, propusemos então um estudo em que se relacione o papel da orientação que o professor de música tem de ter, e que permita uma perspetiva de sucesso e de autoestima no aluno Deficiente Auditivo, aferindo o papel do Envolvimento entre A (o Aluno Deficiente Auditivo) com B (o Professor) através de C (a Viola Dedilhada). Constatámos através da adaptação da Escala de Envolvimento da Criança (Laevers, 1994), que existiu envolvimento por parte do aluno Deficiente Auditivo, e que esse envolvimento, de acordo com a escala, se traduziu, maioritariamente aos momentos de observação, em nível 4 - “Atividade contínua com momentos intensos”; ocorrendo, só em dois momentos, se traduzir: um, em nível 5 – “Atividade intensa mantida”; e outro, em nível 3 – “Atividade mais ou menos contínua”. Verificámos também que, em vista da melhoria das metodologias de atuação docente, a inovação, em contraposição à maneira tradicional como se ensina música, se tornou numa ferramenta eficaz na gerência e no aperfeiçoamento do processo de aprendizagem do aluno Deficiente Auditivo.
Tendo em conta que ainda hoje existem lacunas na discussão da problemática do canto em língua portuguesa, uma discussão sobre a vocalidade proposta pelo repertório de canções brasileiras do século XX, bem como questões estéticas e textuais, mostra-se relevante. Desta forma, o presente trabalho realiza um estudo sobre o ciclo Quatro Cantigas, do compositor paulista Camargo Guarnieri, apontando ferramentas e possibilidades para sua interpretação. O trabalho apresenta-se em três capítulos, além de introdução e conclusões. Do primeiro capítulo constam um breve panorama do desenvolvimento da música brasileira e do tecido musical da São Paulo do início do século XX, altura em que Guarnieri passa a viver na cidade. Ainda no sentido de contextualizar o meio em que esteve inserido o compositor, discorrer-se-á sobre o movimento Nacionalista. O segundo capítulo trata da vida e obra de Camargo Guarnieri, além de fazer referência a Sílvio Romero, responsável pela recolha dos textos folclóricos utilizados pelo compositor. O terceiro capítulo traz uma breve análise sob parâmetros musicais e uma análise textual, bem como um levantamento de questões técnico-vocais e interpretativas relativas às Quatro Cantigas. A pesquisa pretende, ainda, partindo da análise específica realizada com este ciclo, contribuir para a discussão acerca da abordagem do repertório da canção brasileira de uma maneira geral.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
A vida útil de alimentos perecíveis preservados na atmosfera normal é limitada principalmente pelo efeito do oxigénio atmosférico e o crescimento de microrganismos aeróbios que causam alterações no odor, sabor, cor e textura, levando, consequentemente, à perda de qualidade. A modificação da atmosfera prolonga significativamente a vida útil dos alimentos em comparação com a refrigeração, que pode aumentar de três a quatro vezes. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da embalagem de requeijão em atmosfera modificada. As amostras foram divididas em três lotes com diferentes percentagens de gás e embalados com aproximadamente 0,5 L de requeijão. Lote - T0 (embalagem de controlo, sem atmosfera), segundo lote T1 (30% CO2 + 70% de N2), terceiro lote T2 (50% CO2 + 50% de N2). Estes três lotes foram conservados a uma temperatura de 2°C durante dezoito dias. As condições do requeijão foram avaliadas durante os dezoito dias, nas diferentes atmosferas, por meio de análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais. Embora o tratamento T2 tenha produzido resultados interessantes a nível microbiológico, o investimento da compra de uma termoseladora não é justificado, uma vez que, os outros tratamentos também obtiveram resultados semelhantes.
Dissertação apresentado à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo, para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade física.
Dissertação apresentada à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra para obtenção do Grau de Mestre em Ciências Empresariais - Especialização em Estratégia Empresarial.
A competitividade regional refere-se à capacidade de uma região para implementar e manter um ambiente económico que permita, de modo sustentado, criar valor para as empresas e proporcionar um elevado nível de vida para a população; depende, não só da competitividade das empresas locais mas, fundamentalmente, do ambiente empresarial que a região propicia. Para a criação deste ambiente empresarial concorrem numerosos factores, como por exemplo, a dotação regional de recursos, a qualificação do capital humano, a existência de serviços de apoio às empresas, o estabelecimento de redes de cooperação entre actores regionais e, fundamentalmente, a dinâmica de inovação. Os modelos de inovação territorial permitem materializar a relação entre o território/região e a sua capacidade de criação de conhecimento, aproveitamento das oportunidades de inovação e sua consequente difusão. Nesta investigação pretendeu-se analisar o desempenho inovador da região NUT III Beira Interior Sul (constituída pelos concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Penamacor e Vila Velha de Ródão) através da aplicação do modelo da Tripla Hélice. Através desta aplicação foi possível identificar e caracterizar os actores regionais que constituem o modelo, bem como as instituições de interface que resultaram do estabelecimento de redes organizacionais entre os actores regionais individuais. As actividades já desenvolvidas e os projectos que estão a ser concluídos permitem inferir sobre o impacto positivo da Tripla Hélice na competitividade regional e considerá-la como o embrião de um futuro sistema regional de inovação.
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Atividade Física.
Trabalho de Projecto apresentado na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor.
Tese de Doutoramento em Psicologia, na especialidade de Psicologia Pedagógica, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, sob a orientação científica do Professore Doutor Manuel Viegas Abreu. No final da Tese de Doutoramento foram incluídos os anexos (p. 440-554).
Trabalho de Projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Castelo Branco do Instituto Politécnico de Castelo Branco, para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Intervenção Social Escolar – Especialização em Crianças e Jovens em Risco.
O objectivo do estudo foi testar métodos de análise ambiental que permitam analisar o efeito de tipologias específicas de perturbação de modo a permitir a sua utilização prospectiva no processo de planeamento e gestão do território. Para tal procedeu-se à análise em termos de usos e funções ecológicas a evolução de uma área de características sub-regionais, localizada na Península de Setúbal. Trata-se de uma faixa com orientação W-E, abrangida pelas folhas n.º 453 e 454 da Carta Militar de Portugal à escala 1:25 000, tendo sido esta a escala adoptada. Para o momento inicial e para o momento actual, assim como para um momento intermédio, procedeu-se a uma caracterização e análise estrutural dos principais elementos constituintes da estrutura ecológica, de forma a poder-se analisar a transformação da área do ponto de vista das estruturas biológicas. Para cada um dos momentos referidos testou-se a validade e utilidade de um conjunto de índices funcionais e estruturais desenvolvidos por vários autores, designadamente por Forman et al. (1986); Shannon et al. (1962); Romme et al. (1982), Hoover et al. (1991); Short (1988) em termos da representação dos sistemas ecológicos e da sua resposta a perturbações. A análise diacrónica dos valores dos índices de avaliação e caracterização estrutural e ecológica permitiu assim caracterizar os impactes provocados pelas alterações de uso. Com base nesta análise estabeleceu-se uma comparação entre os resultados obtidos pelos vários métodos de avaliação dos impactes das alterações de uso e a evolução dos usos realmente verificada.
Na primeira parte do trabalho efectuámos uma revisão bibliográfica abordando algumas particularidades da alimentação dos ruminantes, animais que desempenham um papel determinante na manutenção dos sistemas de agricultura sustentada (Capítulo 2). No Capítulo 3 demos ênfase à caracterização da estrutura da parede celular e aos factores que afectam a sua digestibilidade. Desenvolvemos depois (Capítulo 4) aspectos relacionados com os processos de degradação da parede celular. Os microrganismos presentes no rúmen, produzem uma multiplicidade de enzimas que conferem ao ecossistema ruminal particularidades específicas que permitem ao ruminante utilizar alimentos fibrosos. No Capítulo 5, abordámos o metabolismo azotado da população microbiana do rúmen, referindo aspectos relacionados com a síntese dos seus constituintes azotados, com a degradação do azoto proteico e não proteico e com a eficiência microbiana e crescimento. Na parte experimental do nosso trabalho analisámos os efeitos que diferentes níveis de suplementação de dois alimentos forrageiros, com uma fonte azotada (ureia) e uma fonte energética (polpa de citrinos desidratada), tiveram na cinética de fermentação in vitro e na digestibilidade in vitro daqueles alimentos fibrosos. Para o efeito usámos um feno de prado natural e uma palha de trigo que foram estudados individualmente ou em mistura com a polpa de citrinos desidratada e/ou ureia. A cinética de fermentação foi determinada utilizando o método da produção de gás, com as amostras a serem incubadas durante 96 horas com licor de rúmen mais uma solução nutritiva tampão. O modelo logístico de duas fases foi utilizado para descrever a cinética de fermentação in vitro. Numa primeira fase (Capítulo 6), verificámos que a adição de ureia, entre valores que variaram de 1,43% a 3,91% da MS, provocou o aumento do tempo de latência e uma progressiva diminuição dos valores obtidos para o volume de gás produzido e para a taxa máxima de produção de gás das primeira e segunda fases de fermentação, e para o volume total de gás produzido durante as 96 horas de incubação. A adição de polpa de citrinos melhorou significativamente a produção de gás e a taxa máxima de produção de gás da primeira fase de fermentação e o volume total de gás produzido durante o período de incubação, reflectindo maior actividade microbiana no início da incubação do susbtrato. A ureia, como única fonte azotada suplementar de fenos e palhas, só deverá ser adicionada se também for usado umsuplemento energético. Com excepção dos substratos em que só foi utilizada polpa de citrinos+ureia, a produção de gás na segunda fase de fermentação foi significativamente maior do que na primeira fase. No Capítulo 7, verificámos que os resultados médios obtidos para as digestibilidades in vitro da MS e do NDF, determinadas após 48 horas e 96 horas de incubação, foram idênticos. Analisando caso a caso, encontrámos diferenças significativas em 58,3% dos substratos. Verificámos que, os coeficientes de correlação e de determinação calculados entre a digestibilidade in vitro da MS e do NDF ao fim de 48 horas de incubação e os parâmetros que definem a cinética de fermentação e o conteúdo das amostras em NDF, ADF, hemicelulose e celulose, foram mais elevados do que quando se considerou digestibilidade in vitro após 96 horas de incubação. Concluímos que, enquanto não estiverem disponíveis maior número de resultados, a digestibilidade da MS e do NDF deve ser sempre calculada após 48 horas de incubação. Os coeficientes de determinação muito elevados entre a digestibilidade in vitro da matéria seca após 48 horas de incubação e o volume de gás produzido na primeira fase de fermentação, a taxa máxima de produção de gás na primeira fase e o volume total de gás durante o período de incubação permitiram calcular equações de regressão (0,9690,852), que poderão ser utilizadas para estimar, com rigor, a digestibilidade in vitro da matéria seca dos alimentos a partir de alguns valores que definem a cinética de fermentação in vitro. A partir dos coeficientes de correlação negativos elevados, determinados entre a fracção ADL das amostras e a digestibilidade in vitro da MS (r=-0,901) e do NDF (r=-0,622), concluímos que a lenhina influenciou negativamente a digestibilidade dos substratos. O modelo logístico de duas fases permitiu estimar com precisão os parâmetros que definem a cinética da fermentação in vitro mesmo utilizando substratos com uma composição química muito diferente. Os coeficientes de determinação (r2) calculados foram muito elevados variando entre 0,998 e 0,989. Determinámos coeficientes de correlação elevados (0,7970,614) entre o tempo de latência e a quantidade de NDF, ADF, ADL, hemicelulose e celulose presente na amostra. Verificámos que a quantidade de substrato efectivamente degradado necessária para a produção de 1 ml de gás, diminuiu com o aumento da digestibilidade in vitro dos alimentos e determinámos uma correlação elevada entre a quantidade de substrato efectivamente degradado, e os volumes de gás produzidos na primeira fase de fermentação e durante todo o período de incubação.